Seduc alerta escolas para adesão ao PME 2014

PDEA Secretaria de Estado de Educação (Seduc) alerta escolas públicas de ensino fundamental que o prazo para adesão ao Programa Mais Educação 2014 (PME) encerra na próxima segunda-feira (30). Os cadastros são realizados exclusivamente pela internet e as escolas interessadas devem acessar o sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Interativo.

O PME é uma ação da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação (MEC), em parceria com as secretarias de educação, e tem como meta para este ano alcançar a adesão de 60 mil escolas em todo o Brasil.

No Maranhão, as escolas estaduais que possuem ensino fundamental estão se mobilizando para realizar a adesão, conforme afirma a coordenadora estadual do programa, Cláudia Regina Pinto e Silva. “Há um número significativo de escolas com a readesão finalizada, mas é necessário lembrar que todas as participantes precisam finalizar seu cadastramento até a próxima segunda-feira”, esclareceu.

A readesão é importante para que o poder público possa dar continuidade à implementação da educação integral, de forma que se torne uma política pública permanente. Com a educação integral, os estudantes têm acompanhamento pedagógico e participam de atividades complementares que reforçam a aprendizagem.

Aulas de educação ambiental, atividades nas áreas de esporte, lazer, cultura, artes, direitos humanos e inclusão digital são algumas das opções que podem ser oferecidas pelas escolas aos alunos.

Bolsa Família e Mais Educação

A parceria entre os Programas Bolsa Família (PBF) e Mais Educação PME (MEC), tem apresentado crescimento anualmente. Em 2012, eram 17mil escolas com maioria de estudantes integrantes de famílias beneficiárias do Bolsa Família no Programa, número ampliado para 32 mil em 2013. No Maranhão o número de escolas que participam do Mais Educação e tem maioria dos alunos beneficiários do bolsa-família saltou de  713 para 3712 escolas em 2013.

Os dois programas são estratégicos porque têm como prioridade contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes sendo, portanto, essenciais para a superação das condições de pobreza. Nesse sentido, a mobilização por parte dos coordenadores e Gestores do Programa Bolsa Família no processo de adesão ao Programa Mais Educação é fundamental para garantir que as escolas onde estão as crianças e adolescentes mais vulneráveis ofereçam ensino integral em tempo integral.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.