Sarney seguiu para o Hospital Sírio Libanês, segundo a família. José Sarney estava internado desde domingo (28) em São Luís.

O senador José Sarney (PMDB-AP),  de 83 anos, chegou a São Paulo no início da tarde desta quarta-feira (31), de acordo com informações passadas pela família do político. José Sarney  recebeu alta do Hospital UDI, em São Luís, por volta de 7h30 desta quarta e seguiu direto para o Hospital Sírio Libanês.

O boletim médico divulgado nessa terça-feira (30) informou que ele havia apresentado melhora clínica após dois dias de internação. De acordo com a assessoria de imprensa do senador, ele foi levado para o Hospital UDI após sentir-se mal durante o casamento de uma neta. Os assessores informaram que o próprio Sarney, “por precaução”, optou por ficar no local, onde fez exame de sangue e um raio-X .

sarney-bico

O primeiro boletim médico divulgado no domingo (28) informou que exames iniciais laboratoriais, clínico e de imagem não apontaram “alterações significativas” na saúde do parlamentar. No entanto, novo boletim divulgado na manhã de segunda-feira (29) informou que o político permaneceria “internado até a sua completa recuperação” e que havia sido detectado “processo de infecção pulmonar agudo”.

Em maio deste ano, Sarney foi levado para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal após sentir dores no peito. Ele foi liberado pela equipe médica logo depois de passar por exames.
No ano passado, ele ficou internado em São Paulo após ter corrido risco de um infarto. Na ocasião, fez exames que detectaram o entupimento de uma artéria e foi submetido a um cateterismo seguido de uma angioplastia. Sarney, que foi presidente do Senado e presidente da República, completou 83 anos em abril deste ano.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

  1. Roberto diz

    Porque não se trata em hospital público, este ele deixa para o povão, quando o povo do Maranhão vai acordar e aposentar de vez a família Sarney, 50 anos no poder e o povo continua insistindo sabendo que sempre procuraram enriquecer e esquece o povo maranhense.
    Acorda Povão do Maranhão!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.