São Luís registra queda no índice de criminalidade durante o Carnaval

O período carnavalesco foi encerrado na última terça-feira (17) em São Luís com redução nos índices de criminalidade. Dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública revelam que a criminalidade foi reduzida em 5% na região metropolitana de São Luís, formada ainda pelos municípios de Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, em comparação com o período momesco do ano passado.

No início do planejamento da festa momesca, o governador Flávio Dino pediu todo o empenho do sistema de segurança pública do estado para assegurar tranquilidade aos foliões. “O maranhense deve sair para brincar com os amigos e familiares com toda tranquilidade, sabendo que vai voltar com vida, sem lesões e com o patrimônio particular preservado”, orientou o governador.

O resultado positivo se deve ao sistema eficiente elaborado pela equipe de segurança do governo do Estado, composto por policiamento a pé, montado e motorizado em todos os pontos de folia. Foi registrada a redução de 86% nos casos de tentativa de homicídio e os números de homicídios também caíram (6%).

Os casos de roubos a residências e estabelecimentos comerciais também caíram durante o carnaval de 2015 em comparação às festas de 2014, 75% e 83%, respectivamente. Os registros de tumultos tiveram redução de 17% e o número de veículos roubados caiu 35%.

Interior

No interior do Estado, o policiamento reforçado também garantiu a tranquilidade dos foliões. O Médio Mearim está entre as regiões que reduziram o índice de criminalidade. De sexta a terça-feira (17), nenhuma ocorrência violenta foi registrada em Bacabal, maior município da região. Em outras 12 cidades que tem policiamento sob a responsabilidade do 15º BPM também não houve registro de violência no carnaval.

A Polícia Militar realizou operações de fiscalização e educação no trânsito nos municípios da região, além de combater o porte ilegal de armas. Houve ainda apreensão de drogas e de armas pela polícia.

A Secretaria da Segurança Pública conclui levantamento de dados sobre os índices de criminalidade no Estado.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.