Rua Grande e Deodoro ganham rede elétrica subterrânea.

No último sábado (22) a Cemar, junto com o Ministério da Cultura, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Prefeitura de São Luís entregaram a primeira etapa de requalificação urbanística da Rua Grande e a reforma e revitalização dasPraças do Pantheon e Deodoro, além das alamedas Silva Maia e Gomes de Castro.

Os projetos da obra como um todo, foram elaborados e doados pela Cemar aos órgãos competentes. Além disso a Companhia realizou a primeira etapa da obra que envolve a construção da Rede de Distribuição de Energia Elétrica Subterrânea, bem como a retirada dos postes com a rede aérea no trecho entre a Rua do Passeio e Largo do Carmo, totalizando 900 metros.

Para a construção da rede subterrânea na Rua Grande, a Cemar investiu aproximadamente 800 mil reais. Além da requalificação, a Companhia está trocando todo o sistema de medição dos consumidores da Rua Grande, que passarão a ser telemedidos, tecnologia que possibilita uma medição e restabelecimento da energia com muito mais agilidade.  Segundo o responsável técnico pela obra, o engenheiro Aquila Nole, “desde o início das obras, em março desse ano, estamos  empenhados, realizando intervenções junto aos órgãos para garantir  que o plano de ação seja executado fielmente, zelando, principalmente, pela segurança das pessoas que utilizam essa importante rua comercial. Além da preservação dos monumentos históricos”

Para Alinez Martins, Executiva de Expansão da Cemar, “a obra proporcionará à população, além de um espaço urbanístico mais adequado, uma rede de distribuição com mais qualidade e confiabilidade para o fornecimento da energia no Centro Comercial de São Luís. A próxima etapa já é uma realidade, estamos comprometidos com todo esse projeto, pois a rede subterrânea contribui para uma melhor imagem visual, além de ser muito mais segura para toda à População.” destaca Alinez.

Durante a cerimônia de inauguração no último sábado, estiveram presentes os Diretores da Cemar Sérgio Mello e José Jorge Leite; a Executiva de Expansão da Cemar Alinez Martins, o responsável técnico pela Obra Aquila Nole e a equipe técnica que trabalhou durante a obra, junto com a Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogea, o prefeito Edivaldo Holanda Junior, os ministros Sérgio Sá Leitão (Cultura) e Carlos Marun (Secretaria de Governo), o governador do Maranhão Flávio Dino, e o superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.