Procissão dos orixás vai homenagear os 403 anos de São Luis

Como acontece há mais de cinco décadas, a tradicional Procissão dos Orixás deverá reunir centenas de pessoas e representantes de povos de axé e comunidades tradicionais de matriz africana no dia 08 de setembro, quando se comemora o aniversário de São Luís e, ainda, a devoção a São Luís Rei de França.
A procissão é uma forma de saudação ao santo que tem mantém vínculos de sincretismo com entidades dos cultos de matriz africana em São Luís. Religiosos e simpatizantes concentraram-se às 17h30 na Avenida Pedro II, em frente à sede da Prefeitura, para seguir em caminhada até a Igreja do Desterro.
Mães, pais e filhos de santos que levavam nos braços mais de 700 vasos brancos e azuis com água perfumada e decorados com flores brancas, vermelhas e amarelas.
O cortejo terá início às 18h conduzido pela comunidade umbandista entoando pontos, cantos e saudações aos orixás. Na frente, um grupo de crianças irá representar a corte imperial do Divino Espírito Santo. Logo atrás, ícones de santos católicos que simbolizavam a devoção às quatro divindades que regem a proteção à cidade de São Luís entre os diversos cultos de matriz africana: São Luís Rei de França, Iansã (Santa Bárbara), Oxum (Nossa Senhora da Conceição) e Oxóssi (São Sebastião).
A caminhada percorrerá a Rua dos Afogados, Rua do Egito, Rua da Palma até chegar ao Largo do Desterro. Durante o percurso, os moradores que decoraram as portas das casas com balões e imagens religiosas, saúdam os participantes da caminhada. Dentro da Igreja do Desterro, um grupo de caixeiras irão entoar ladainhas e toques do Divino Espírito Santo, enquanto do lado de fora, os tambores estarão rufando sob o comando do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum. A procissão será encerrada com a quebra dos vasos como forma de pedido e agradecimento por graças alcançadas.
“Há quase 50 anos acontece esta procissão. A lavagem da Igreja do Desterro, uma das igrejas mais antigas de São Luís e fundada por meio de esmolas, é uma forma de realizarmos a limpeza espiritual da cidade e de promovermos o congraçamento entre os cultos, até mesmo para quem não faz parte dos terreiros. O que nos move aqui é a fé. Basta fechar os olhos e pedir paz, saúde e fé”, destaca Astro de Ogum.
A Procissão dos Orixás será promovida pela Federação de Umbanda do Estado do Maranhão com apoio da Prefeitura de São Luís como parte das atividades em comemoração ao aniversário da cidade

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.