Preso em Dom Eliseu, suspeito de assassinar bancária em Imperatriz

Clodoaldo da Silva Alves foi preso no fim da manhã de hoje.
Clodoaldo da Silva Alves foi preso no fim da manhã de hoje. – Divulgação /Polícia Militar

 O comerciante Clodoaldo da Silva Alves, 35 anos, suspeito pela morte da ex-mulher, Elizelda de Paulo Alves, foi preso, na manhã desta sexta-feira (30), em Dom Eliseu (PA). A ação policial que prendeu o suspeito foi chefiada pelo delegado Praxisteles Martins, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

“A prisão ocorreu agora há pouco no município de Dom Eliseu, bem próximo ao local em que a equipe de Homicídios já tinha localizado o veículo, um Corolla branco, que ele utilizou na fuga. As circunstâncias da prisão ainda vamos aguardar” informou o delegado regional, Eduardo Galvão, ressaltando que Clodoaldo será trazido para Imperatriz nas próximas horas.

Clodoaldo Alves estava foragido desde o dia do crime, que aconteceu na última segunda-feira (26), dentro de um quarto de hotel, no bairro Bacuri. Ele teria fugido friamente, após atirar contra a bancária, que tentava uma reconciliação.

O carro em que o suspeito usou para fugir, um Corolla de cor branca, foi localizado pela polícia um dia após o crime. O veículo foi abandonado na BR-010, em Itinga (MA). Clodoaldo deve ser trazido para Imperatriz nas próximas horas, onde será apresentação no Plantão Central da Polícia Civil.

O crime teve uma grande repercussão da cidade e até a nível de Brasil. O assassinato brutal chocou os familiares a população pelo nível de crueldade que foi praticado. Clodoaldo estava separado da ex-mulher há dois meses e ela tentava insistentemente uma reconciliação.

1482756757-122212550

1482756747-122212550

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.