Prefeitura de São Luís leva posto volante de vacinação contra sarampo ao Terminal da Cohama nesta quarta-feira (29)

A Prefeitura de São Luis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) segue, nesta quarta-feira (29), com as ações da vacinação no Terminal da Cohama (na Avenida Daniel de La Touche). Na quinta-feira (30), as equipes de imunização montarão estrutura nos terminais da Praia Grande (na Avenida Senador Vitorino Freire) e São Cristóvão (Avenida Lourenço Vieira da Silva). Nestes locais, as ações serão das 8h30 às 16h. Por fim, na segunda-feira (dia 3 de agosto), os trabalhos serão finalizados das 8h ao meio-dia no Terminal do Distrito Industrial. Na primeira fase da vacinação nos terminais – entre os dias 20 e 23 deste mês – cerca de 3.700 pessoas foram protegidas. 

A ação nos terminais reiniciou nesta terça-feira (28) quando integrantes do setor de imunização da Semus estiveram das 8h30 às 16h no Terminal de Integração Cohab, em São Luís. No local, faltando poucos minutos para o início da vacinação, pela manhã, a movimentação era grande em busca das doses. Respeitando às orientações sanitárias, técnicos da Semus demarcaram no piso (com a colaboração de servidores do terminal) espaços para ocupação dos usuários, mantendo o distanciamento social.

O público-alvo da campanha são pessoas com idade entre  20 e 49 anos, que ainda não foram vacinadas ou não receberam o reforço da vacina contra a doença. “Desta forma, ampliamos a cobertura e damos prosseguimento ao ótimo trabalho que vem sendo realizado, pelas equipes da Semus, seguindo orientação do prefeito Edivaldo, com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal”, disse a secretária titular de Saúde (Semus), Natália Mandarino.

As ações contra o sarampo se intensificaram no início deste mês, após a Prefeitura de São Luís finalizar – com sucesso – a campanha contra a Influenza/H1N1. A campanha contra o sarampo segue até o dia 31 de agosto. A Secretaria Municipal de  Saúde reforça que, além do trabalho itinerante nos terminais, a vacina contra o sarampo está à disposição em 51 postos de saúde e em duas escolas da capital.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.