Prefeito Eduardo Braide sanciona lei que destina recursos financeiros à Academia Ludovicense de Letras

O prefeito Eduardo Braide sancionou, na noite de quinta-feira (11), a Lei 7.045 que destina recursos financeiros à Academia Ludovicense de Letras (ALL), de iniciativa do Executivo Municipal. Presidente honorário da entidade, o gestor assinou o documento em solenidade realizada na sede provisória da entidade, no Palácio Cristo Rei (Centro), dentro da programação da IV Semana Maranhense de Letras. Na terça-feira (10), o prefeito já havia sancionado lei de auxílio financeiro à Academia Maranhense de Letras (AML).

“Trata-se de um justo reconhecimento que o Município de São Luís presta às academias por difundirem nossa cultura, nossa literatura. A exemplo do que ocorreu com  a Academia Maranhense de Letras, temos a honra de celebrar essa parceira permanente com a ALL na qual também ganham nosso servidores municipais que terão o incentivo para participarem das ações culturais promovidas pela entidade”, disse o prefeito Eduardo Braide que compôs a mesa ao lado da presidente da ALL, Jucey Santana, poeta Salgado Maranhão, escritora Ceres Costa Fernandes e o membro da ALL, Osmar Gomes dos Santos.

Conforme a lei, o Poder Executivo destinará à entidade a quantia anual de R$ 36.000,00 como forma de apoio às ações desenvolvidas pela Casa de Maria Firmina dos Reis. Em contrapartida, os servidores municipais serão estimulados a participarem dos projetos culturais realizados pela instituição.

Para a presidente da ALL, Jucey Santana, a verba ajudará na manutenção da entidade. “Fomos em comissão falar com o prefeito e solicitar ajuda financeira para a Academia Ludovicense. Na ocasião, fomos muito bem recebidos e levamos o diploma de presidente honorário da ALL, pois, pelo estatuto, o prefeito de São Luís é o presidente honorário da nossa Academia. E ele foi sensível à nossa solicitação”, destacou Jucey Santana.

Além da assinatura da Lei 7.045, a programação do evento contou ainda com uma homenagem pelo centenário da patrona da cadeira 34 daquela entidade, a poeta, romancista e contista maranhense Lucy Teixeira.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.