Prefeito Edivaldo anuncia novo Cadastramento Habitacional de São Luís

O prefeito Edivaldo anunciou, na quinta feira (19), a realização de novo Cadastramento Habitacional de São Luís, por meio do qual famílias podem se habilitar para concorrer a sorteios de moradias subsidiadas. As inscrições começam na próxima quarta-feira (25), se estendem até o dia 08 de agosto, e podem ser feitas online, pelo celular e pelo portal da prefeitura de São Luís no endereço www.saoluis.ma.gov.br  de forma rápida e sem filas.O objetivo da ação é constituir um novo banco de dados.  O anúncio do Cadastro Habitacional foi feito no mesmo dia da entrega, pelo prefeito Edivaldo, de unidades habitacionais dos residenciais Piancó III e IV, do programa Minha Casa, Minha Vida, que beneficiou 448 famílias.

“O novo cadastro é uma oportunidade para os ludovicenses que desejam participar dos sorteios de imóveis subsidiados, a exemplo do Minha Casa, Minha Vida. A iniciativa tem como objetivo contribuir para que mais pessoas realizem o sonho da casa próprio, que já é uma realidade para cerca de 15 mil famílias que receberam imóveis durante a nossa gestão”, disse o prefeito Edivaldo. A expectativa é de que pelo menos 200 mil pessoas se inscrevam.O último cadastro para o programa Minha Casa, Minha Vida, foi realizado em 2009 e apresenta defasagem de renda e endereço.

O cadastro online, feito por meio de smartphone, tablete ou computadores evitará as longas filas que costumam ocorrer nos processos de inscrições nesses programas. Para preenchimento do formulário online é permitido acesso em qualquer velocidade de internet. Presencialmente as inscrições podem ser feitas na Central do Programa Minha Casa Minha Vida, na avenida Marechal Castelo Branco, São Francisco, e em mais 19 pontos de apoio em endereços que serão informados posteriormente. A descentralização objetiva manter a dignidade das pessoas interessadas, evitando as filas

“O novo cadastro vai servir de base de dados para seleção posterior ou sorteio do programa Minha Casa, Minha Vida e outros programas habitacionais que a prefeitura venha ter”, explicou o secretário municipal de Urbanismo e Habitação, Mádison Leonardo.  As inscrições deverão se estender por quinze dias. Após o encerramento será realizado um primeiro sorteio com base nestes dados para os imóveis do Minha Casa, Minha Vida que estão para ser entregues pela Prefeitura.

O cadastramento seguirá normas do programa Minha Casa, Minha Vida e critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades. Segundo o titular da Semurh, os candidatos às unidades habitacionais terão que preencher requisitos básicos estabelecidos, como idade superior a 18 anos, renda familiar inferior a R$ 1.800,00 mensais e que não tenha imóvel em seu nome.

A central será o principal ponto de apoio para o cadastramento presencial. Quem não tiver acesso à internet, poderá preencher o cadastro presencialmente na central e nos pontos de apoio até a data limite de inscrição, de segunda a quinta-feira, das 13h às 18h; e na sexta-feira, das 8h às 13 horas.

O novo cadastro irá possibilitar, entre outras coisas, que a Prefeitura realize um levantamento quantitativo da necessidade de moradias em São Luís direcionando projetos habitacionais. A redução do déficit habitacional é uma realidade concreta para mais de 55 mil pessoas. Com a recente entrega aos sorteados do Residencial Piancó III e IV – na quinta-feira (19), a prefeitura de São Luís atinge, ao longo dos cinco anos de gestão do prefeito Edivaldo, a marca de quase 15 mil unidades habitacionais entregues.

Para o secretário de governo Pablo Rebouças, que estava presente no evento de anúncio do cadastro, na gestão do prefeito Edivaldo o Minha Casa Minha Vida avançou de maneira extraordinária. “Proporcionalmente, a prefeitura de São Luís conseguiu em cinco anos construir unidades habitacionais que reunidas formariam um município com uma população que o colocaria na 95 posição entre os 217 do Maranhão”, compara Rebouças.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.