População aprova pavimentação inédita na Vila Riod e Pontal da Ilha

Moradores da Vila Riod e do Residencial Pontal da Ilha, na capital maranhense, que por quase três décadas viviam em estado de abandono e sem acesso a serviços públicos de qualidade, começam a viver uma nova realidade. A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), está avançando com os serviços de urbanização da Vila Riod e do Pontal e promovendo o resgate da cidadania dos moradores da área. As obras contemplam ainda serviços de implantação de drenagem superficial (meios-fios, sarjetas e calçadas).

“Estamos trabalhando para que cada vez mais pessoas tenham acesso à infraestrutura e, por consequência, a mais qualidade de vida. A pavimentação em vias onde nunca havia chegado asfalto muda o cotidiano dos moradores locais, que passam a ter mais próximos outros benefícios, ampliando as condições de saúde, transporte e segurança, por exemplo”, disse o prefeito Edivaldo.

As obras de pavimentação asfáltica que os bairros estão recebendo abriram novas e melhores perspectivas e propiciaram uma vida mais confortável e digna para os cidadãos. Raimunda da Silva Rocha, uma das primeiras moradoras da Vila Riod, residente na Rua Santa Terezinha, conta que antes do asfalto chegar, havia muita poeira e lama e as dificuldades eram imensas. “Aqui toda hora era assalto. A polícia não entrava aqui. Não tinha como. Se um morador precisasse de atendimento médico, também não tinha. Ambulâncias e viaturas entravam, mas não saíam, ficavam atoladas”, narrou.

Essa realidade contada pela moradora é compartilhada por Aldo Santos, que mora na Rua São Manoel, e recebeu com alegria o benefício para o bairro. “A tendência agora é melhorar cada vez mais”, afirmou. “Estamos satisfeitos. A poeira diminuiu e o lamaçal durante o inverno acabou”, comemorou o morador Ronílson Serra, da Travessa São Sebastião.

Essa nova realidade de vida também é sentida pelos moradores do Residencial Pontal da Ilha. Valdex Costa, morador da Rua São Raimundo, se declarou bastante satisfeito com as obras e acredita em dias melhores. “Com asfalto, os ônibus vão chegar mais perto de nossa casa. Hoje, dependendo do lugar, o morador tem que caminhar até 400 metros para pegar um coletivo”, lembra Valdex. Também morador do Pontal da Ilha, na Rua da Andiroba, Reginaldo da Paz manifestou entusiasmo com as obras. “Tudo está ficando uma maravilha. Antes, até moto era uma dificuldade para entrar aqui”, afirmou Reginaldo.

O titular da Semosp, Antônio Araújo, ressaltou que, de acordo com a orientação do prefeito Edivaldo, várias frentes de trabalho estão sendo abertas, principalmente em comunidades carentes, muitas delas recebendo pavimentação pela primeira vez.

“Estamos melhorando a qualidade de vida de milhares de pessoas, proporcionando-lhes bem-estar e resgatando a dignidade dos cidadãos”, enfatizou Araújo. Um cronograma de trabalho foi traçado e colocado em prática para que o maior número possível de comunidades e de pessoas sejam contempladas com os serviços de infraestrutura.

No Pontal da Ilha da Ilha, por exemplo, as obras da pavimentação já atingiram as avenidas Prata e Bronze e as ruas Amendoeira, Icós, Andiroba, Ipês, Massaranduba e Pinho. Estão recebendo tratamento para receber a pavimentação a Avenida Alphaville, Tibiri, Parreira, Cedro, o prolongamento da Rua do Muro.

Na Vila Riod, o primeiro lote de asfaltamento executado contemplou mais de 6 km de ruas e avenidas. Entre essas estão, as ruas Santa Rita II, União, Santa Terezinha, São Pedro, São José I, II e III, Rua da Paz, Sol Nascente, Castanheiras, Jerusalém, Nossa Senhora de Fátima, Menino Jesus, Eudelino Holanda, trechos da rua Secretaria, Rua Alegria e São Manoel, Avenida Sarney Filho, Rua Edison Lobão, Travessas Nice Lobão e do Aterro. Novas ruas na região, incluindo vias do bairro Vila Janaína e Santa Clara, vão ser beneficiadas com o pacote de urbanização.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.