Policial pede para namorada estuprar suas filhas

Um Policial Militar do 14º Batalhão da cidade de Sousa, na Paraíba, é suspeito de tentar aliciar as duas filhas da namorada, uma criança de quatro anos e uma adolescente de 14.

O homem dizia que o desejo de manter relações sexuais com as meninas era uma “obsessão” e que, caso ela promovesse a realização desse desejo, seria como uma prova de amor da companheira.

A namorada, por sua vez, tratou o caso de forma suspeita.

A polícia teve conhecimento do caso depois que as imagens das conversas entre o casal foram parar nas redes sociais.

A filha de 14 anos seria a responsável pela divulgação das imagens, com medo de que a mãe, uma hora, aceitasse a proposta.

Em uma das conversas, o PM diz que comprou remédios para dopar as garotas e, assim, cometer o estupro.

Em outra parte da conversa, o suspeito diz: “Hoje à noite você terá a chance de me dar a maior prova de amor do mundo, que é sua própria filha”.

A mãe, de forma surpreendente, diz apenas: “Ela é virgem, ela que tem que escolher com quem vai perder a virgindade, não eu”.

Em outro trecho da troca de mensagens, o PM diz que é obcecado pela ideia de estuprar as filhas da namorada.

Segundo o comandante do batalhão, o PM foi afastado e aguardará as investigações da Justiça comum longe das funções.

— Ele não tinha problemas de comportamento.

Os celulares da mãe e do suspeito foram recolhidos e passarão por perícia.

A delegada que está a frente do caso, Ivini Cordeiro, afirmou que está claro que as mensagens não são falsas e foram enviadas do perfil do suspeito.

De acordo com o advogado, o suspeito, que é casado, assumiu que mandou as mensagens, mas com o propósito de forçar a namorada a terminar o relacionamento, porque ele já vinha tentando e ela não concordava.

— Ele disse nunca ter tido nenhuma intenção de manter qualquer tipo de relacionamento com qualquer uma das meninas.

A identidade do suspeito e da mãe foram preservadas para não comprometer as investigações

Fonte: R7

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.