Planalto anuncia Armando Monteiro como ministro do Desenvolvimento

senador_armando_monteiro_neto_-_ptb_-_destacou_papel_na_redemocratizacao

O Palácio do Planalto informou nesta segunda-feira (1º) que o senador Amando Monteiro Neto (PTB-PE) aceitou convite da presidente Dilma Rousseff para assumir o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria, Armando Monteiro Neto disputou neste ano a eleição para governador de Pernambuco e foi derrotado por Paulo Câmara (PSB).

De acordo com nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da Presidência, o atual ministro, Mauro Borges, permanecerá na pasta até que seja concluída a transição com a equipe do novo ministro. Borges assumiu a pasta em fevereiro deste ano, depois que o então ministro Fernando Pimentel se desincompatibilizou para concorrer a governador de Minas Gerais pelo PT – ele venceu a eleição no primeiro turno.

Monteiro Neto é o quarto ministro a ser indicado para o segundo mandato de Dilma – os outros três são Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento) e Alexandre Tombini, cuja permanência foi confirmada na presidência do Banco Central, cargo com status de ministro.

Leia abaixo íntegra da nota oficial divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência:

NOTA OFICIAL

A presidenta Dilma Rousseff anuncia, nesta segunda-feira, 1º de dezembro, mais um nome do novo ministério.

O senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) será o titular do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O ministro Mauro Borges está deixando a pasta.
Armando Monteiro Filho é senador pelo PTB e ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A presidenta Dilma agradece a dedicação e lealdade do ministro Mauro Borges, que permanecerá no ministério até que esteja concluída a transição e a formação da nova equipe.

Secretaria de Imprensa
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.