Petrobrás recebe R$79 milhões do (STF) que estavam no exterior

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), responsável pela relatoria do órgão na Operação Lava jato, Teori Zavascki, determinou o repasse de R$79 milhões que estavam no exterior para a Petrobrás. O dinheiro foi repatriado graças ao acordo de delação premiada do ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa Teori, preferiu não seguir o pedido do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que queria que o valor repassado para a Petrobrás fosse de 80% do que foi repatriado e os outros 20% ficassem para a União, sendo que 10% ficariam para a PGR e os outros 10 para o STF. Janot disse que fez essa observação porque segundo a lei de lavagem de dinheiro, parte do dinheiro pode ser destinado aos “órgãos federais encarregados da prevenção, do combate, da ação penal e do julgamento dos crimes” de lavagem.

Zavascki argumentou que não poderia atender o pedido de Janot porque o prejuízo da empresa foi muito maior do que a parte devolvida por Paulo Roberto Costa, além disso, o ministro do STF disse que a situação da Petrobrás ainda é preocupante e que é fundamental a restituição de 100% do valor arrecadado.teori-zavascki

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.