Pesquisa do IBGE revela que estudantes de escolas privadas sofrem mais bullying

A pesquisa foi realizada com estudantes entre 13 e 15 anos em Teresina, no Piauí

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre adolescentes de 13 e 15 anos em 2019 revelou que 42,9% deles afirmaram já ter sofrido bullying em Teresina, no Piauí. Os dados da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar  (PeNSE) foi divulgado nessa quarta-feira (13).

De acordo com o G1, a pesquisa foi respondida de forma individualmente pelos próprios estudantes de escolas públicas e privadas. Os dados apontam para o aumento no número de mulheres que já sofreram bullying, com 44,9%. Já entre os homens, 41,1% responderam positivamente ao questionário de 2019. Os números aumentaram em relação a pesquisa de 2009 onde a taxa era de 31,9% das mulheres e 28,7% dos homens afirmaram já terem sofrido com bullying.

A pesquisa revelou também que os estudantes de escolas privadas foram em maior proporção do que os de escolas públicas. Em 2019, 43,8% dos adolescentes que sofreram com o problema eram de escolas privadas.

A PeNSE de 2019 também revelou outros dados como o consumo de álcool assumido por 55,7% dos adolescentes entrevistados. 37,7% afirmaram ter dirigido veículo nos últimos 30 dias e 20,1% já iniciou a vida sexual.

Fonte: Bnews

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.