Para a FIFA, arbitragem marcou corretamente pênalti a favor do Kashima

Após a polêmica marcação do pênalti que originou o primeiro gol do Kashima Antlers na vitória de 3 a 0 dos japoneses sobre o Atlético Nacional, da Colômbia, a Fifa divulgou uma nota em que defende a utilização do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês), e classifica como “correta” a penalidade assinalada de Berrio sobre Daigo, aos 29 minutos da primeira etapa.

Embora o jogador do Kashima tenha sido derrbuado na pequena área pelo marcador do Atlético Nacional, o lance dividiu opiniões, pois Daigo se encontrava em posição de impedimento quando a falta foi cobrada. No entanto, a Fifa entende que o jogador japonês não chega a participar do lance, mesmo estando à frente dos defensores colombianos. A derrota do Nacional no Mundial de Clubes

“O jogador foi considerado como não impedido, tendo sido incapaz de desafiar o adversário para a bola, e o árbitro húngaro posteriormente apontou para a marca de penalidade, tendo julgado a partir da repetição que Daigo Nishi foi desarmado na área”, diz o texto da Fifa.

Ainda no comunicado, a entidade defende que a arbitragem esperou corretamente a primeira saída de bola para analisar o lance e confirmar a marcação do pênalti. A Fifa também reitera que Daigo não chegou a participar da disputa de bola com a defesa do Atlético Nacional.

“O auxiliar havia aplicado corretamente a técnica de esperar para ver o fim da jogada, devido ao possível impedimento. Este nunca aconteceu, porque o jogador não tinha estado nunca em disposição de disputar a bola com o rival”, acrescenta.

O diretor de arbitragem da instituição, Massimo Bussaca, ponderou que o Mundial de Clubes é a primeira competição oficial com a utilização do recurso eletrônico, mas defendeu que a aplicação da tecnologia se deu de maneira satisfatória, e que a decisão final cabe sempre ao árbitro principal.

“No incidente ocorrido nesta noite, a comunicação entre o árbitro e o assistente de vídeo foi totalmente clara. A tecnologia funcionou bem e, em última instância, ajudou na tomada de decisão, como tem que ser. Será sempre assim e o assistente de vídeo funciona apenas como um apoio”, escreveu Bussaca.

O adversário do Kashima Antlers será definido nesta quinta-feira, a partir das 8h30m (de Brasília), quando se enfrentam Real Madrid e América do México.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.