Papa diz a seminaristas que é normal amar uma mulher’,

‘É normal amar uma mulher’, diz papa a seminaristas

O papa Francisco em oração em 23 de maio de 2018, no Vaticano – AFP

ROMA, 07 JUN (ANSA) – Em um discurso para 2 mil seminaristas de colégios eclesiásticos romanos, o papa Francisco afirmou que o celibato é um “desafio” e que é “normal” desejar uma mulher.

O discurso ocorreu em março passado, mas seu conteúdo foi divulgado pela Santa Sé apenas nesta semana. No encontro, Francisco falou em tom descontraído e confidencial e deu sugestões para a vocação da vida religiosa e o sacerdócio.

 Segundo o Papa, é preciso estar “consciente” da fraqueza de alguém, especialmente nessa “cultura contemporânea hiper tecnológica que entra na alma”. “Estejam preparados porque é comum ouvir ‘se eu tivesse conhecido essa mulher antes de me ordenar…’”, disse Jorge Bergoglio, citando a expressão idiomática “tarde piaste”, que significa “tarde demais”.
 “Vocês são homens normais, vocês têm o desejo de ter uma mulher para amar. E quando essa possibilidade chegar, como você reagiria?”, perguntou o Pontífice.

Francisco encerrou o diálogo explicando que, na época dos estudos, essas questões “são fáceis de resolver, mas, na vida, você estará mais sozinho, e essas coisas estarão lá”. Para evitar isso, o Papa argentino citou uma formação baseada em “quatro pilares”: espiritual, intelectual, apostólica e comunitária.

“É necessária não só para ‘resolver as tentações’, mas também para se manter um pouco na atualidade, no desenvolvimento pastoral, da teologia e da vida da Igreja”, concluiu. (ANSA)

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.