Padastro é preso por estuprar enteada e ter três filhos com ela

A enteada do agressor foi violentada ao longo de 11 anos, desde que tinha 12

Um homem de 36 anos foi preso, na manhã de quarta-feira (6), por ter estuprado a enteada ao longo de 11 anos, desde que a garota tinha 12. Durante esse tempo, a vítima engravidou e deu à luz a três crianças frutos das violências sexuais. O caso aconteceu na cidade de Pilar, no interior de Alagoas. O padrasto confessou os crimes.

De acordo com informações do G1, um outro homem, de 29 anos, que é primo do agressor, também foi preso por acobertar o crime, já que ele, mesmo sabendo das violências, registrou uma das crianças como sua filha.

Os dois homens foram presos após a Justiça expedir mandados de prisões preventivas. Também de acordo com o G1, a mãe da vítima foi ouvida, mas liberada logo em seguida por não fazer parte do inquérito. Ela relatou a investigadores que vivia sob constantes ameaças do marido.

Relação

Segundo o delegado responsável pelo caso, o homem começou a conviver com a mãe da vítima desde que ela ainda era uma bebê. Disse ainda que chegou até o caso após uma denúncia anônima feita no dia 17 de maio deste ano.

“Quando eles foram morar juntos, a vítima tinha apenas um ano de idade. Ele criou essa menina como pai até quando ela completou 12 anos, quando ocorreu o primeiro estupro”, disse Romilson Medeiros ao portal de notíciais.

Apenas a criança nascida do primeiro estupro, que, hoje, tem seis anos, foi registrada como filha do primo do padrasto da vítima. As outras duas crianças, uma de três anos e a outra de três meses, foram registradas pelo estuprador.

O agressor responderá por crime de estupro de vulnerável. Já o primo dele responderá pelos crimes de falsidade ideológica e favorecimento real. 

Fonte: Bnews

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.