Operação ‘PAC Rio Anil: “O principal objetivo visado era proteger a população”, destaca governador Flávio Dino

A ‘Operação PAC Rio Anil’, deflagrada na última quinta-feira (09), em São Luís, reuniu efetivo de 1.060 policiais do sistema de Segurança Estadual e resultou no cumprimento de mandados de busca e apreensão em 288 apartamentos do Residencial Camboa, no bairro de mesmo nome.

Segundo o governador Flávio Dino, a participação de todo o poderio das forças de segurança teve um propósito específico: garantir a segurança de moradores da região. “Há quem dissesse que havia assimetria dos meios empregados para os objetivos visados. Mas o principal objetivo visado era proteger a população. Se o contingente empregado na operação fosse inferior, a população estaria em risco. Esse era o centro do planejamento. Nós discutimos isso exaustivamente. Por que mil policiais? Porque havia milhares de pessoas lá que nada tinham a ver com práticas criminosas e que tinham que ser protegidas na separação do joio do trigo”, explicou.

Durante a operação, cinco pessoas foram presas, dessas, duas foram identificadas como líderes de grupos criminosos; cinco adolescentes apreendidos por envolvimento com a quadrilha de tráfico de drogas; seis armas de fogo de alto calibre foram apreendidas, além de 1,5 quilos de maconha prensada; veículos e um lote de produtos químicos tirados de circulação, mas quem acha que esse foi o único saldo positivo da operação, se engana.

Perguntando sobre o êxito da operação, o governador foi enfático. “Com o cumprimento simultâneo de 288 mandados de busca e apreensão e os resultados alcançados são ainda mais exitosos quando se vê que ninguém da população, que nada tinha a ver com os crimes, sofreu qualquer tipo de violência. Esse era o principal desafio dessa operação e o principal êxito”.

Novas ações

A operação ‘PAC Rio Anil’ foi realizada em ação conjunta das polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Serviço de Inteligência com apoio do Centro Tático Aéreo (CTA) e Perícia Criminal e é uma das maiores já executadas pela Segurança, integrando as polícias. O trabalho promovido no Residencial Camboa pode se estender a outros residenciais incluídos no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ do PAC. O objetivo é conter a criminalidade nestes locais, que, segundo relatos de moradores, concentram muitas ocorrências.

FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.