Musa fitness ensina como evitar estrias na musculação

A última coisa que passa pela cabeça de quem se matricula na academia e começar investir em treinos pesados é adquirir estrias. Mas, saiba que isso pode acontecer e nem de longe é raro. O fenômeno ocorre quando a elasticidade da derme não acompanha o crescimento da massa corporal, independentemente de ser massa magra ou gordura. Ou seja, sem o devido cuidado, os treino de hipertrofia podem sim, causar estrias.

Apesar de nunca haver uma garantia 100% de que as estrias não vão surgir, prevenir ainda é uma das melhores opções, é o que garante a musa fitness Sue Lasmar. “Querer ganhar massa muscular rapidamente pode fazer com que as pessoas ignorem essa possibilidade. Mas, acontece que o crescimento veloz dos músculos, pode ter as estrias como consequência real. O que pode piorar, se acompanhado de dieta irregular que alia o ganho de massa magra ao ganho de gordura, alerta.

De acordo como Sue o ideal é seguir uma dieta adequada para o ganho de massa muscular e que inclua todos os nutrientes que o corpo necessita. “A paciência também deve ser trabalhada, tente não ser tão ansioso para ganhar corpo, principalmente a partir do uso de esteroides e anabolizantes. Quanto mais tempo sua pele tiver para se adaptar ao crescimento muscular, menores serão as chances de desenvolver com estrias”, aconselha.

Antes e depois do treinos, investir na hidratação da pele pode ajudar na adaptação do tecido as mudanças que sofrerá. Além das vitaminas A e E, cremes mais consistentes e a base de óleos naturais como orquídea e amêndoas previnem o ressecamento da pele e ajudam a diminuir as chances de ter estrias.

Já tenho estrias? Tem solução?

A resposta é sim! Existem diversos tratamentos que podem ser recomendados por um dermatologista de confiança. Mas não se engane, até mesmo o tratamentos mais avançados podem não surtir efeito em determinados tipos de estrias. As vermelhas ou arroxeadas são mais fáceis de tratar, por são iniciais. Contudo, quando se tornam brancas, adquirem caráter definitivo, sendo os tratamento apenas no sentido de amenizá-las.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.