Município de Tuntum amarga os piores índices de aprendizagem no novo IBEB

Fernando Pessoa deixa Educação de Tuntum entre as piores do Brasil

O município de Tuntum a 370 km da capital do Maranhão, São Luís,  amargou, no último resultado do IDEB/INEP (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgado na semana passada,  os piores resultados a nível do Estado e do País nos anos iniciais e finais do ensino fundamental.

Nos anos iniciais (1º ao 5º anos) do ensino fundamental a nível nacional a educação de Tuntum ficou em  1764 lugar, obtendo a nota 4,5   já  nos anos finais (6º ao  9º anos) o resultado ficou pior, obtendo a nota 3,8 e a 1743 colocação.

A nível estadual a educação pública municipal de Tuntum ficou atrás de municípios como Araioses, Sucupira do Norte, Arari, Bacuri, Bacurituba, Belágua, Bom Lugar, Brejo de Areia, Buritirana, Cachoeira Grande e outros municípios maranhenses de menor população e importância socioeconômica.

O que estranha nestes índices ruins obtidos pela educação básica de Tuntum é a ausência de escolas do sistema de ensino fora da prova Brasil de 2021 o que demonstrou a tentativa frustrada da SEMED de Tuntum  em tentar inflar o resultado do IDEB que não veio, diga-se de passagem.

Mesmo reconhecendo o período pandêmico da COVID-19 como causadora de índices de aprendizagem em 2021 muitos ruins, em Tuntum as causas são outras, início do período letivo atrasado e finalização do ano letivo sem cumprimento das 200 horas, a administração do Prefeito Fernando Pessoa continua, na sua saga de não reconhecer o trabalho dos profissionais da educação do município.  negando direitos consagrados em lei,  ainda teima em fazer educação pública inferior  à gestão anterior.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.