MOVIMENTO PACTO PELA UFMA ENCERRA PRIMEIRA FASE DE DEBATES NOS CAMPIS

A caravana do Movimento Pacto pela UFMA encerrará o ano com saldo positivo de manifestações em defesa da Universidade de qualidade. Um dos principais anseios da comunidade acadêmica dos campis do continente gira em torno da autonomia e descentralização, assim como a necessidade da verdadeira consolidação de avanços importantes. Esse foi o recado de alunos de centros acadêmicos, professores e técnicos administrativos dos campis da Universidade Federal do Maranhão pelo continente.

Os dias 11, 12 e 13 oportunizaram à comunidade acadêmica refletir sobre a o diagnóstico da Universidade que temos atualmente, sobre as dificuldades e superações que alunos, professores e técnicos enfrentam diariamente.

Em Imperatriz, nos campus Bom Jesus e Centro foram realizadas diversas reuniões, assim como panfletaços e visitas às instalações dos campis. Na oportunidade, alunos de centros acadêmicos integralizaram o movimento, reforçando a proposta de unidade e discussões da Universidade que queremos SER.

Em clima de insatisfação, estudantes, técnicos e professores do campus de Balsas realizaram uma recepção ao movimento Pacto pela Ufma. Na oportunidade, foram levantadas discussões importantes sobre a continuidade da construção do campus de Balsas, paralisado desde 2016. Após a reunião e o lanche oferecido pelo movimento #UFMABALSAS, a caravana do Pacto pela Ufma foi convidada a participar da audiência pública na câmara municipal de Balsas, com presença de promotores, vereadores e ministério público.

No campus de Grajaú também foram levantadas importantes discussões, que integralizaram a construção do projeto de Universidade que queremos SER. Na oportunidade, o prefeito da cidade participou, destacando disponibilidade para parcerias com o campus. Questões administrativas e principalmente autonomia e descentralização foram pautas levantadas pela comunidade acadêmica em Grajaú.

O movimento Pacto pela Ufma vem ganhando cada vez mais adeptos, inserindo-se no processo de retroalimentação democrática da Universidade. Essas características provam que a UFMA ainda é um espaço plural, com abertura para discussões sobre a Universidade de qualidade. A caravana pretende findar o ano de 2018 com uma grande jantar por adesão em São Luís, reunindo estudantes, professores, técnicos administrativos, personalidades da sociedade civil e parceiros da comunidade social de várias partes do estado. Em 2019 as atividades continuarão e o primeiro ciclo se encerrará em São Luís.

WhatsApp Image 2018-12-11 at 13.10.33.jpeg
WhatsApp Image 2018-12-15 at 13.47.34 (1).jpeg
WhatsApp Image 2018-12-15 at 13.47.34 (3).jpeg
WhatsApp Image 2018-12-15 at 13.47.34 (6).jpeg
WhatsApp Image 2018-12-15 at 13.47.34.jpeg

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.