MÊS INTERNACIONAL DA MULHER NEGRA

EXEMPLO DE QUEM DRIBLOU PRECONCEITOS E CONQUISTOU SEU LUGAR NO MERCADO DE TRABALHO

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher Negra (25.07), vale lembrar que a data visa dar visibilidade para o fato de que a sociedade ainda precisa avançar muito para resgatar uma dívida histórica que tem, eliminando preconceitos de raça e cor; e em especial no mercado de trabalho, ampliando os cargos de liderança para as mulheres negras e de todas as cores em geral. O público feminino, apesar de estar em peso no mercado, ainda ocupa poucos cargos de liderança e ganha salários inferiores aos homens.

E é através dos exemplos de sucesso que se prova que é puro preconceito a desculpa usada por muitas empresas de que não emprega mais mulheres negras por falta de profissionais prontas e com a devida qualificação.

Quando há determinação da empresa em valorizar esse público, há meios de fazer acontecer, seja formando mão de obra ou incentivando o crescimento profissional de suas colaboradoras. Foi o que aconteceu no Laboratório Lacmar, onde uma líder se destaca e é sempre motivo de elogios pela qualidade do trabalho realizado. Ela é Tatiana Azevedo Alves da Silva, negra, casada, 35 anos e mãe do Daniel. Moradora da Vila Ariri, sempre sonhou em ser independente. Ela conquistou seu primeiro emprego em 2008, como auxiliar de laboratório e recepcionista. E não parou de crescer no mercado de trabalho, graças à disciplina, foco e muito estudo.

“Não foi uma fase fácil, foi muito difícil conciliar tudo mas também contei com muito apoio do meu esposo, meus pais e irmãos. Sem eles não teria conseguido, mas vale a pena todo o sacrifício” lembra Tatiana.

No Laboratório Lacmar, onde está desde a sua fundação há 8 anos, encontrou o apoio que precisava para crescer na vida profissional. Passou por várias posições e foi driblando o tempo, na jornada dupla como mãe e profissional que Tatiana conseguiu cursar uma faculdade e se formar em Farmácia, sempre contando com o apoio da empresa que via nela um perfil de líder e valorizou seu esforço para conquistar uma formação superior. Hoje Tatiana lidera uma importante área no Lacmar e atua como certificadora, cargo de confiança e com muitas responsabilidade e resultados estratégicos.

“Passei por vários setores no Lacmar, e foi lá que descobri minha paixão pelo setor de análises clínicas, e resolvi cursar Farmácia. Recebi também apoio do Lacmar que além de me apoiar, também realiza cursos internos. Hoje sou a Farmacêutica certificadora do laboratório e promovo a educação continuada da equipe. Meu trabalho é a realização de um sonho, significa o amor que tenho pela vida e pelos pacientes que atendemos” declarou Tatiana.

Sobre preconceitos por ser negra e mulher, ela confessa que já sofreu alguns, mas nada a impede de se manter firme em seus valores e propósitos de vida:

“É triste admitir que já enfrentei sim, alguns preconceitos. Mas tento não me abalar, eles não me limitam ou me impedem de seguir firme em meus ideais. Sei que para Deus todos somos iguais e minha cor não me define. Tenho orgulho de tudo o que sou e do tanto que já conquistei” diz emocionada.

No ano de 2020, ao sair da Faculdade, Tatiana sofreu um acidente entre a moto que estava e um carro, e ficou bastante abalada e ferida, além de ter perdido boa parte da arcada dentária. Precisou ficar 15 dias afastada do trabalho em recuperação, e ainda fazer um caro implante dentário, que só foi possível graças à vaquinha realizada na empresa, que custeou o procedimento, devolvendo auto estima a essa profissional tão competente e que não economiza sorrisos no seu dia a dia.

“Foi um acidente horrível. Fiquei muito abalada com a perda dos dentes e a empresa se comoveu muito também. Meus colegas se juntaram e me presentearam com a quantia necessária para eu fazer o implante, que era muito caro e fora das minhas condições. Sou muito grata a todos e em especial a Deus”, revelou ela.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.