Manipulação de alimentos: cuidados além da higienização e manuseio

Os cuidados com os alimentos vão além da higienização e manuseio, eles passam também pela preparação e armazenamento. Há uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que estabelece, para os serviços de alimentação, os procedimentos corretos na manipulação de forma geral.

Mas não apenas no ramo dos estabelecimentos alimentícios é necessária a implantação de boas práticas na manipulação e a adoção de medidas que evitem contaminações. Os consumidores devem também atentar-se para as normas que garantem benefícios na cozinha.

De acordo com a professora do curso de Engenharia de Alimentos na UFMA de Imperatriz e vice-coordenadora do projeto “Noções de Boas Práticas de Manipulação de Alimentos Para os Consumidores”, Tatiana Oliveira Lemos, o descongelamento das carnes é uma das coisas que os consumidores mais realizam de forma desorientada. “O descongelamento deve ser feito sempre sob refrigeração, dentro da geladeira, e não em cima da pia, como geralmente fazem”, explicou a professora.

A adoção de boas medidas na manipulação evita os mais de 250 tipos de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). Segundo o Ministério da Saúde, algumas dessas enfermidades são infecções causadas por bactérias, vírus ou parasitas e também podem ser doenças provocadas pela intoxicação por produtos químicos prejudiciais.

O estudante e cozinheiro Gustavo Araújo ressalta também a importância dos cuidados com os instrumentos utilizados para manusear os alimentos: facas, talheres, panelas, bacias, etc. “Antes da manipulação, é importante e essencial lavar bem os instrumentos. Em relação à faca, ela deve estar bem amolada, evitando assim os riscos de acidentes na hora do corte”, relatou Gustavo.

Outros cuidados

A professora Tatiana conta outras dicas básicas no cuidado com os alimentos. A higienização das hortaliças e vegetais, por exemplo, que pode ser feita primeiramente com a lavagem na água corrente, disposição em solução clorada por até 15 minutos e o enxague na água fluente.

Já as carnes bovinas e suínas, as aves e os ovos, deve-se evitar a ingestão quando mal cozidas. No que se refere às sobras na produção do alimento, elas precisam ser conservadas rapidamente em recipientes fechados e colocados em refrigeração. A higienização das mãos com detergente neutro ou sabão bactericida é o processo mais importante no manuseio dos alimentos, pois nossas mãos são “veículos” de bactérias.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.