Mais de 1,4 mil travestis e transexuais pedem nome social no título

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que 1.465 travestis e transexuais solicitaram a inclusão do nome social no título de eleitor. Desse total, 791 eleitores pediram mudança da identidade de gênero no Cadastro Eleitoral. Nome social é como transexuais ou travestis querem ser reconhecidos socialmente.

O prazo para pedir alteração para nome social vai até 9 de maio. Essa é a mesma data limite para fazer qualquer mudança no cadastro eleitoral. Segundo a Justiça Eleitoral, a atualização da identidade de gênero pode ser feita no cartório ou no posto de atendimento referente a zona eleitoral do interessado.

O TSE informou ainda que os pedidos foram apresentados em 551 municípios, no Distrito Federal e em 25 capitais. Para fazer a mudança basta apenas apresentar um documento de identificação com foto no cartório eleitoral ou posto de atendimento.

Por: Agência Brasil

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.