MA ganha reforço de R$ 22,1 milhões para atendimento no SUS

Cerca de 84 municípios serão beneficiados com o recurso

 

 

Cerca de 84 municípios maranhenses devem ser beneficiados com recursos do Ministério da Saúde para ampliação e fortalecimento dos serviços de Atenção Básica no Sistema Único de Saúde (SUS). O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta segunda-feira (31) que será enviado o valor total de R$ 22,1 milhões para o Maranhão. O anúncio foi feito durante encontro com prefeitos e gestores de saúde do estado.

 

Os recursos possibilitarão o custeio de 187 novas equipes de Agentes Comunitários de Saúde; 41 novas Equipes de Saúde da Família; 48 novas equipes de Saúde Bucal; 54 novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família; uma nova Equipe de Consultórios na Rua e 8 novas Equipes de Saúde Prisional. Para custear os novos serviços de saúde bucal, a pasta está destinando R$ 1,8 milhão ao estado do Maranhão.

 

Apenas nesta gestão, já incluindo os R$ 22,1 milhões, o estado do Maranhão foi contemplado, até o momento, com R$ 204,3 milhões. Deste total, R$ 22,2 milhões foram destinados ao custeio de 76 serviços de média e alta complexidade, que estavam funcionando sem contrapartida federal, como leitos de UTI, SAMU, nefrologia, oncologia, serviços cardiovasculares e laboratórios de próteses dentárias, sendo R$ 450 mil apenas em 2017.

 

O estado também foi beneficiado com sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em 2016, nos municípios de Barra do Corda (1), Coroatá (1), Imperatriz (1), São Luis (3) e São José Ribamar (1), com custeio anual federal de R$ 6,3 milhões. Este ano, Maranhão ganhou mais uma UPA, no município de Imperatriz, com custeio anual federal de R$ 1,5 milhão.

 

No início deste ano, o estado também recebeu reforço na rede de urgência e emergência, com a doação de seis novos veículos para renovar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), ao custo de R$ 1,3 milhão. Os veículos beneficiaram os municípios de Carolina (1), Grajaú (1), Estreito (1), Coroatá (1), Imperatriz (1) e Porto Franco (1).

 

INSTITUTO DE ONCOLOGIA

 

Ainda em São Luís, o ministro Ricardo Barros fará visita ao Instituto Maranhense de Oncologia. O Instituto é habilitado como Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON) e cerca de 85% do atendimento na unidade é feito pelo SUS. O hospital atende aproximadamente 3,5 mil novos casos de câncer por ano, 50% do total de novos casos de todo o estado.

 

O Instituto realizou cerca de 190 mil procedimentos em oncologia, entre cirurgias, quimioterapia e radioterapia em 2016, no valor de cerca de R$ 40 milhões. No mesmo ano, o Ministério da Saúde repassou R$ 6,9 milhões para produção de radioterapia no Maranhão.  A unidade possui 175 leitos, sendo 159 do SUS, e 14 leitos de UTI, sendo 13 pelo SUS. O hospital atende nas especialidades de oncologia, hemoterapia, nutrição, fisioterapia, endocrinologia, entre outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: MA10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.