Luva de Pedreiro: mais um caso que reforça a necessidade da educação financeira nas escolas

O influenciador “Luva de Pedreiro” sofreu um duro golpe na vida. Vale lembrar que ele passou por diversas crises envolvendo seu ex-empresário. Atualmente Luva é empresariado pelo ex-jogador de futsal Falcão.

Nos últimos dias a mídia chegou a repercutir um vídeo do influenciador relatando que iria deixar essa carreira e voltar a viver uma vida “normal”. Mas essa informação já foi descartada, porque há indícios de que ele deve continuar com os trabalhos.

A fama e o dinheiro rápido parecem atraentes para a maioria da população mundial, porém muitos esquecem que precisam estar preparados para o cenário que acompanha todo esse movimento.

Ao fazer sucesso de forma meteórica, muitos “malandros” podem se aproximar de você para surfar a mesma onda e não estar preparado para todas essas questões se torna um grande problema. Esse foi o alerta feito pelo investidor André Janeiro Dias.

“Luva de pedreiro assinou diversos contratos milionários e ainda teve que lidar com a fama sem nem saber ler e escrever. Assinou alguns acordos que não foram satisfatórios para sua carreira e claramente isso abalou o seu emocional trazendo sensações ruins e desanimando o jovem talento”, falou.

Para André, o grande problema deste país realmente é a falta de educação efetiva nas escolas. Ainda conforme ele, somado a isso a educação financeira também deveria ser essencial nas escolas.

“As crianças muitas vezes não conseguem frequentar a escola por falta de incentivo do próprio governo e nunca foi objetivo do Brasil ensinar suas crianças como acontece nos países desenvolvidos”, afirmou.

“Em países desenvolvidos as crianças desde cedo são preparadas para lidar com o dinheiro e a empreender. O resultado disso é um país avançado e com uma cultura à frente do Brasil”, emendou.

O investidor relatou acreditar que a educação financeira deveria ser matéria obrigatória para as crianças na escola e ajudaria muito no processo evolutivo dos jovens para quando começarem sua vida adulta.

“Isso lhe daria a possibilidade de ter uma noção muito mais clara sobre empreendedorismo e como lidar com o dinheiro de forma inteligente, evitando assim cair em golpes e depender de empréstimos a vida toda”, finalizou.
Fonte: MF Press Global 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.