Justiça nega pedido de habeas corpus a Lucas Porto

 

 

A defesa de Lucas Porto alegou que enquanto preso provisório, ele estaria indevidamente submetido ao contato com condenados, padecendo assim das mazelas do cárcere

 

 

O desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos negou o pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa de Lucas Porto nesta quinta-feira (21).  No pedido, a defesa de Lucas Porto defende que sua prisão preventiva seja convertida em prisão domiciliar até o julgamento definitivo da impetração, sob o argumento de que, após um ano do crime, a instrução processual restaria concluída, não havendo razão para se falar em risco à ordem pública ou conveniência daquele procedimento.

A defesa de Lucas Porto, assassino confesso da publicitária Mariana Costa, alegou que enquanto preso provisório, ele estaria indevidamente submetido ao contato com condenados, padecendo assim das mazelas do cárcere, tais como superlotação, alimentação inadequada, e condições precárias de higiene, entre outras.

Sobre a reprovação da liminar do Habeas Corpus, o magistrado declara que “ O modus operandi, os motivos, a repercussão social, dentre outras circunstâncias, em crime grave – na espécie, inclusive, hediondo – são indicativos, como garantia da ordem pública, da necessidade de segregação cautelar, dada a afronta a regras elementares de bom convívio social”, afirmou  o desembargador.

Relembre o caso

Mariana de Araújo Costa foi encontrada desacordada em seu apartamento, no dia 13 de novembro de 2016, no bairro do Turu, em São Luís.

Com o apoio de imagens do circuito interno de videomonitoramento do condomínio de Mariana, além de outras provas colhidas na investigação do caso, o cunhado – Lucas Leite Ribeiro Porto – se tornou o principal suspeito da investigação. A cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Estado concluiu que Lucas Porto estuprou e matou Mariana por asfixia.

Em 14 de novembro de 2016, Lucas Porto teve a prisão preventiva decretada pela Justiça do Maranhão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: ma10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.