Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de espancar advogada

 

 

 

O suspeito é Lúcio André Genésio; a decisão foi assinada pelo juiz Clésio Coelho Cunha.

 

Foi decretada a prisão preventiva de Lúcio André Genésio, suspeito de violência doméstica contra a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, de 27 anos.

A decisão foi assinada pelo juiz Clésio Coelho Cunha. O pedido de prisão foi protocolado pelo Ministério Público, por meio da promotora Bianka Sekkef Sallem Rocha. O delegado de Polícia Civil, Válber Braga, que arbitrou fiança ao agressor, também deve ser investigado pela Corregedoria a pedido da Justiça.

Entenda o caso

Ludmila e Lúcio saíram para jantar na noite de sábado (11), mas, o que deveria ter sido um momento de reconciliação, acabou em mais um caso de violência contra mulher.

Segundo informações, por ciúmes, Lúcio pediu a conta e disse que levaria Ludmila até a casa dela, no bairro da Cohama. No caminho, da Lagoa da Jansen, onde estavam, até a casa da vítima, Ludmila sofreu várias agressões físicas.

Ao chegarem na porta da residência da advogada, ela foi expulsa do carro a chutes. Testemunhas chamaram a polícia, e o suspeito foi preso em flagrante.

O caso foi registrado no Plantão do Cohatrac na madrugada desse domingo (12). Lúcio André pagou fiança de R$ 4.685 e foi solto.

FONTE: MA10

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.