Justiça bloqueia mais de R$ 60 mi de presos na 16ª fase na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, solicitou o bloqueio de R$ 60 milhões de presos na 16ª fase da operação, que foi deflagrada nesta terça-feira (28).

Contratos firmados por empresas já mencionadas na operação com a Eletronuclear, que tem economia mista e cujo controle acionário é da União, foram o foco desta etapa da Lava Jato.

A Eletronuclear foi criada em 1997 para operar e construir usinas termonucleares e responde hoje pela geração de cerca de 3% da energia elétrica consumida no país.

De acordo com a solicitação do juiz, devem ser bloqueados R$ 20 milhões do diretor-presidente licenciado da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva, o mesmo valor do executivo da empreiteira Andrade Gutierrez Flavio David Barra e outros R$ 20 milhões da Aratec Engenharia, Consultoria & Representações Ltda, que pertencente a Othon Luiz. Os dois foram presos nesta manhã, no Rio de Janeiro.

Othon Luiz é suspeito de receber R$ 4,5 milhões em propina, conforme a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF).

O juiz menciona, no despacho referente a esta fase da operação, que a empresa Aratec Engenharia recebeu pagamentos vultosos de empreiteiras envolvidas na Lava Jato, inclusive, de empresas que compõem o consórcio Angramon.

A ordem judicial foi protocolada às 14h21 desta terça e, por essa razão, ainda não foi disponibilizada para as instituições financeiras. O pedido para o bloqueio foi feito pelo Ministério Público Federal.

Prisão temporária
Ohton Luiz e de Barra foram presos temporariamente. A prisão temporária tem validade de cinco dias, podendo ser prorrogada pelo mesmo período. Caso entenda ser necessário, o juiz também pode transformar a prisão temporária dos investigados em preventiva, que é por tempo indeterminado. Os dois serão levados para a carceragem da PF, em Curitiba, ainda nesta terça-feira, segundo a corporação.

Fonte: G1 Portal

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.