Jovem é condenado por quebrar braço de mulher que lhe negou beijo

A 2ª Vara Criminal da Zona Sul de Natal condenou a três anos de reclusão, em regime aberto, o comerciante Rômulo Lemos do Nascimento, de 27 anos.

Em 2011, ele quebrou o braço da advogada Rhanna Cristina Umbelino Diógenes, de 24, na casa noturna Peppers Hall, em Ponta Negra, na capital do Rio Grande do Norte. Motivo: ela teria se negado a beijá-lo.

De acordo com o Uol, Rhana teve ossos quebrados em duas partes e precisou se submeter a cirurgia para implantar duas placas de titânio e 14 pinos.

Rômulo Nascimento pode recorrer em liberdade.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.