Irmã de motorista de van assassinado, diz que o irmão estava trabalhando para comprar pão

Anderson fazia uma das “viagens” entre São Luís e São José de Ribamar quando, dois homens entraram na van dirigida por ele. Depois de roubar os poucos passageiros, o motorista e sua esposa, que o acompanhava, dois disparos são ouvidos.

A dupla, que fugiu do local, acertou dois tiros no pescoço de Anderson, que morreu na hora.

A morte motivou a manifestação de seus colegas que interditaram o trânsito na rotatória da Forquilha. O tráfego só foi liberado após o comandante do policiamento metropolitano negociar com o grupo.

A prematura morte causou indignação de familiares e, o depoimento de sua irmã, Vanessa Lisboa, publicado numa rede social, revela como era o comportamento de de Anderson.

Anderson Nascimento Lisboa tinha 21 anos e trabalhava como motorista de van entre São Luís e São José de Ribamar.

É difícil esse momento que estou passando… meu irmão, meu maninho que adorava fazer perguntas sobre algo que tinha dúvida, que sempre chegava alegre e gritava bem alto chamando todo mundo pra abrir a porta pra ele, que sempre saia do banheiro e alagava a casa toda, que sempre perturbava meu outro irmão sobre namoros, que entrava no grupo e sempre dava aquele ar de alegria e tirava um sorriso dos nossos rostos.. É Deus, ainda não caiu a ficha, mas não vou poder mais tê-lo perto de mim, um homem batalhador que estava trabalhando pra ter dinheiro e comprar o pão de cada dia pra sustentar os filhos..meu Deus não aguento mais viver numa sociedade com tamanha injustiça..com tanta violência gratuita..só queria meu maninho de volta….

Diz irmã da vitima

Fonte: TV Guará

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.