Instituto MRV inicia parceria com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Por acreditar que a educação e a cultura são pilares fundamentais para a transformação social de um país, o Instituto MRV, organização sem fins lucrativos fundada pela MRV Engenharia, anuncia sua participação no programa Empresas Colaboradoras da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. O apoio, já vigente, contemplará as temporadas 2018, 2019 e 2020.

Essa é a primeira vez que o Instituto investe na Orquestra Filarmônica. “Sabemos que a cultura é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade, ampliando a visão crítica do cidadão. Estamos honrados em apoiar uma Orquestra tão conceituada e reconhecida no país, que tem como objetivo propagar a cultura. O que caminha lado a lado com o propósito da MRV Engenharia”, afirma Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV.

Já Zilka Caribé, diretora de marketing do Instituto Cultural Filarmônica, diz que ao se tornar uma Empresa Colaboradora da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, o Instituto MRV contribui com a continuidade de sua missão de oferecer a música clássica de excelência para um número cada vez maior de pessoas. “Estamos comemorando a união de duas instituições que acreditam no poder transformador da música na sociedade”, completa.

Sobre o Instituto MRV
Para a MRV Engenharia, investir em responsabilidade social é tão importante quanto garantir o sonho da casa própria para milhares de brasileiros. Por isso, a companhia fundou em 2014 o Instituto MRV, organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2017, foram investidos mais de R$5,6 milhões em projetos como a Chamada Pública de Projetos, Criança Esperança, Programa Miguilim, Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, Projeto Querubins, e muitos outros. Além disso, o Instituto também é responsável pelo incentivo ao voluntariado junto aos mais de 20 mil colaboradores da construtora. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.

Sobre a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Criada em 2008, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais tornou-se um dos mais bem-sucedidos programas continuados no campo da música erudita, tanto em Minas Gerais como no Brasil. Sob a direção artística e regência titular do maestro Fabio Mechetti, a Orquestra é atualmente formada por 90 músicos provenientes de todo o Brasil, Europa, Ásia, Américas Central e do Norte e Oceania, selecionados por um rigoroso processo de audição. Reconhecida com prêmios culturais e de desenvolvimento econômico, desde sua criação e até o final de 2018 a Orquestra conta com mais de 800 concertos, com a execução de 1000 obras para um milhão de pessoas, sendo que 43% do público pôde assistir às apresentações gratuitamente. O impacto desse projeto artístico durante os anos, não só no meio cultural, mas também no comércio e na prestação de serviços, gerou 65 mil oportunidades de trabalho direto e indireto. O corpo artístico Orquestra Filarmônica de Minas Gerais é oriundo de política pública formulada pelo Governo do Estado de Minas Gerais. Com a finalidade de criar a nova orquestra para o Estado, o Governo optou pela execução dessa política por meio de parceria com o Instituto Cultural Filarmônica, uma entidade privada sem fins lucrativos qualificada com os títulos de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e de Organização Social (OS). Tal escolha objetivou um modelo de gestão flexível e dinâmico, baseado no acompanhamento e avaliação de resultados.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.