Índices de evasão e abandono escolar chegam a quase 7% no Maranhão, aponta Inep

A entrada repentina no modelo EAD (Educação a Distância) e a crise econômica são as principais causas do aumento nos números.

Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) mostram que os índices de abandono e evasão escolar cresceram no Maranhão. De acordo com a pesquisa, no estado, essa taxa chegou a 6,9% em 2021.

A entrada repentina no modelo EAD (Educação a Distância) e a crise econômica são as principais causas do aumento nos números. Ainda segundo o Inep, no Brasil, a taxa de abandono escolar no ensino médio mais que dobrou em relação ao ano passado – saiu de 2,3% em 2020 para 5,6% em 2021.

“Entre os anos de 2020 e 2021, esses estudantes precisaram ingressar no mercado de trabalho por conta do aumento das taxas de desemprego, para ajudar suas famílias, ou mesmo cuidar dos irmãos mais jovens, por exemplo”, disse Nadya Dutra, Secretária-adjunta de Estado da Educação.

Esse foi o caso do jovem Wellington Silva, de 18 anos, que abandonou o último ano do ensino médio para entrar no mercado de trabalho.

“Foi uma decisão difícil de tomar. Minha mãe é separada do meu pai e eu me achava na necessidade de ajudar dentro de casa, por a gente ter uma baixa renda, e hoje graças a Deus eu consigo ajudar a minha mãe”, explicou Wellington Silva, que trabalha como barbeiro.

Fonte: G1 MA

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.