IML registra sete mortes por arma de fogo em São Luís

Sete mortes causadas por disparo de arma de fogo foram registradas no último plantão do Instituto Médico Legal (IML) em São Luís que terminou na manhã deste sábado (20). Entre as vítimas, um adolescente de apenas 13 anos. Todos os homicídios aconteceram entre a manhã e noite de sexta-feira (19) na capital.

O primeiro caso aconteceu por volta das 7h de sexta na Rua Portugal, no bairro Vila Palmeira. Na ocasião a vítima foi identificada como Jenilson Câmara de Oliveira, 26. Segundo informações da polícia, ele ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão 1), mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.

O outro homicídio aconteceu na Rua Bélgica, no bairro Anjo da Guarda e a vítima foi Wanderson Abreu Pinto, de 33 anos. De acordo com a polícia ele, que também era conhecido como “Baladão”, teria sido morto por dois homens que estavam em uma motocicleta. Após efetuaram os disparos de arma de fogo os suspeitos fugiram e ainda não foram identificados. Wanderson Abreu morreu momentos após o crime.

Por volta das 19h Breno Galvão Silva, 24, que era morador do bairro Coroadinho, foi morto no bairro Sá Viana após se envolver em uma briga motivada por conta de vaga de estacionamento de carro. O suspeito ainda não foi identificado.

Também aconteceu um assassinato por volta das 20h, na Rua da Granja, na Vila Cascavel, na região do bairro São Raimundo. A vítima foi Vanderson Matos de Sousa, 20. Ele era conhecido como “Quatro Quilos” e de acordo com a polícia, Vanderson Matos foi atingido com três tiros, sendo um na cabeça, um no peito e outro na costela. Ele morreu local do crime.

Ainda foi morto na sexta, às 22h20, no bairro Monte Castelo, Alisson Corrêa Cardoso, de 23 anos. Segundo a polícia a vítima, que era morador do bairro Bom Milagre, foi atingido por dois disparos de arma de fogo, sendo um na cabeça e outro no braço esquerdo. Ele ainda chegou a ser socorrido por populares, mas já chegou ao hospital sem vida.

Por volta das 23h de sexta-feira, na Vila Papoco, situada na região do bairro São Cristóvão, José Eduardo Cantanhede, 21 foi morto com um tiro nas costas e o suspeito do crime ainda não foi reconhecido, afirma a polícia.

Por fim, o último homicídio foi registrado por volta das 23h50 de sexta no bairro São Raimundo. No local, a vítima foi identificada como Robson Júnior Sousa Batalha, de apenas 13 anos de idade. De acordo com a polícia, os suspeitos da morte do adolescente passaram em um veículo de cor prata atiraram em direção da vítima e acabaram matando ele.

FONTE G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.