Hospital Regional Dr. Jackson Lago realiza segunda etapa do mutirão de consultas e cirurgias pediátricas em Pinheiro

O Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, no município de Pinheiro, atendeu 53 crianças na segunda etapa do mutirão de consultas e cirurgias pediátricas. A força-tarefa foi realizada entre 23 e 25 de setembro. A atividade faz parte das comemorações do aniversário de quatro anos da unidade. 

Margarida Mendes, diretora-administrativa da unidade de saúde, destacou a importância do mutirão e do hospital para a região da Baixada Maranhense. “Nesses 4 anos em atividade, o hospital é uma grande vitória para a região porque oferecemos um serviço de qualidade, com essa abrangência. O mutirão tira pacientes da fila de espera e salva vidas pelo trabalho de uma equipe competente e experiente”, disse. 

Todas as cirurgias foram realizadas pelo médico pediatra do hospital, Raimundo Lima. A primeira etapa do mutirão aconteceu no período de 9 a 11 deste mês. Os atendimentos incluem a triagem dos pacientes regulados pela Rede Estadual de Saúde, a realização de consultas ambulatoriais e exames para aqueles que foram submetidos aos procedimentos cirúrgicos. 

Foi assim com o menino Ítalo Miguel Pinheiro Lima, 6 anos, do município de Guimarães, que foi atendido na segunda etapa do mutirão. “Ele veio fazer uma cirurgia de hérnia inguinal. Nós viemos na primeira etapa, mas ele estava gripado e não pôde fazer a cirurgia. Agora deu tudo certo”, disse Tássia Cristine Pinheiro, 30 anos, mãe de Ítalo. 

“Achei o hospital maravilhoso, porque tem tudo aqui dentro. A gente, que é acompanhante, se sente confortável”, complementou Tássia. 

Ao todo, foram atendidas 96 crianças com idade entre 0 e 12 anos no mutirão, com a realização de 30 consultas e 13 cirurgias na primeira etapa e 40 consultas e 13 cirurgias na etapa seguinte. O hospital da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é gerenciado pelo Instituto Acqua. 

Programação

O Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago comemora neste mês de setembro quatro anos de funcionamento. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão e atende casos de média e alta complexidade da região de Pinheiro, que compreende 21 cidades com aproximadamente 500 mil habitantes.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.