Fundação Estudar prorroga inscrições para seu programa de bolsas até o dia 8 de abril

A Fundação Estudar prorrogou para o dia 8 de abril o prazo final de inscrições para o Programa Líderes Estudar, iniciativa que oferece bolsas de estudo de até 95% para jovens brasileiros de 16 a 34 anos. O programa tem como principal objetivo despertar o potencial de brasileiros promissores, com talentos e competências para mudar o país.

Até o momento, mais de 70 mil jovens já iniciaram suas inscrições neste primeira fase do processo. As profissões mais procuradas até o último dia 1° são:  Direito, Administração, Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Medicina, respectivamente.

Alguns grandes exemplos que já fazem parte da rede de Líderes Estudar  são  Ana Paula Martinez, eleita duas vezes a melhor advogada do mundo no setor pela “Global Competition Review” (GCR) e o médico Gabriel Liguori, que está desenvolvendo próteses cardiovasculares no Incor (Instituto do Coração). Ana Paula  se destaca em uma área que coíbe práticas anticompetitivas, como formação de cartéis.

A líder já atuou no Ministério da Justiça e em casos que envolveram cooperação internacional, dentre eles a Lava Jato. Já o Gabriel tem como objetivo a criação de um coração bioartificial até 2030, fabricado em uma impressora 3D.

Além de auxílio financeiro, o programa também oferece mentoria, conexão com grandes executivos, cursos, fóruns e diversas outras atividades focadas no desenvolvimento pessoal e profissional do líder.

Sobre os critérios

Os critérios de avaliação são observados pela organização por meio de excelência acadêmica e profissional, alto potencial intelectual, competências como liderança, empreendedorismo, pró atividade, criatividade, ética e gosto por desafios. A Fundação Estudar ainda leva em conta ideias inovadoras e transformadoras e que recentemente ajudaram inclusive a ele novos nomes na política brasileira.

É o caso da paulistana Tabata Amaral, líder da Fundação Estudar. Nascida na periferia de São Paulo, filha de uma costureira e um cobrador de ônibus, se tornou deputada federal no ano passado. Aluna excepcional durante o ensino público, obteve apoio da Fundação Estudar e chegou até a Universidade de Harvard.Junto com outros dois líderes, criou o projeto “Mapa da Educação”.

Outro exemplo de líder que faz parte dessa rede é Felipe Rigoni. Formado em engenharia, Felipe se tornou o primeiro deputado federal com deficiência visual na história do Brasil, no ano passado. Ele perdeu a visão aos 15 anos, após 17 cirurgias e continuou batalhando nos estudos. Com a Fundação Estudar fez mestrado em Políticas Públicas na Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Além de novos políticos, a Fundação Estudar também já contribuiu com a formação de engenheiros que desenvolveram meias para evitar infecções em amputados, corações artificiais e ações que facilitaram o acesso à Cultura.

“Nosso intuito é dar todo o suporte necessário para alavancar a carreira de pessoas com ideias que transformam o país e inspiram milhares de jovens a perseguirem sonhos e buscarem oportunidades com impacto. Os nossos bolsistas fazem parte de uma rede especial, que é referência em diversos setores de atuação”, explica Patricia Aguiar, gerente de Gente e Gestão da Fundação Estudar.

Os interessados devem fazer a inscrição pelo site: https://bit.ly/2UTYyAA

Sobre o Programa de Líderes

Criado no mesmo período que a Fundação Estudar, o Programa de Líderes já formou mais de 600 lideranças em todo o país. A organização oferece bolsas de estudos em cursos de graduação no Brasil e intercâmbios acadêmicos no exterior. Muitos deles se tornaram referência nas áreas da Ciência, Econômica, Política, Educação, entre outros setores que influenciam diretamente o desenvolvimento socioeconômico do país.

Sobre a Fundação Estudar

A Fundação Estudar é uma organização sem fins lucrativos que acredita que o Brasil será um país melhor se tivermos mais jovens determinados a seguir uma trajetória de impacto. Criada em 1991, a instituição tem como objetivo disseminar uma cultura de excelência e alavancar os estudos e a carreira de universitários e recém-formados por meio da formação

de uma comunidade de líderes, do estímulo à experiência acadêmica no exterior e do apoio à tomada de decisão de carreira. Mais informações:www.estudar.org.br.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.