Empresas desviaram mais de R$ 60 milhões em Anajatuba, diz MP

O promotor Marco Aurélio Rodrigues, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), informou hoje (20), durante entrevista coletiva na sede da Polícia Federal, que o esquema desvendado durante a Operação Attalea, estava sendo feito também em pelo menos outros 30 municípios.

No total, as empresas A4, Construtora, Construir, MR e Vieira Bezerra atuaram para desviar, segundo do Ministério Público, mais de R$ 60 milhões nessas localidades. Especificamente em Anajatuba foram R$ 15 milhões.

“Essas quatro empresas, atuando em diversos municípios do Maranhão, desviaram mais de R$ 60 milhões”, afirmou o promotor.

No total, as empresas A4, Construtora, Construir, MR e Vieira Bezerra atuaram para desviar, segundo do Ministério Público, mais de R$ 60 milhões nessas localidades. Especificamente em Anajatuba foram R$ 15 milhões.

“Essas quatro empresas, atuando em diversos municípios do Maranhão, desviaram mais de R$ 60 milhões”, afirmou o promotor.

Segundo ele, o valor pode ser maior, porque esse montante corresponde a “dados que nós conseguimos em fontes abertas, nos contratos confirmados, que estão publicados”.

Na coletiva, o representante do MP adiantou que as informações já colhidas ao longo da investigação devem embasar novas operações em mais municípios.

“O material apreendido vem revelando a atuação desse grupo empresarial, que a gente denomina de núcleo empresarial da organização criminosa, e revela todo um esquema de corrupção. Nós conseguimos apreender toda a contabilidade da organização criminosa e as novas fases, as diversas outras operações, nós iremos desencadear em momentos oportunos”, completou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.