Em uma semana, plataforma EAD do sistema prisional tem quase 500 inscritos

 

 

A plataforma de Ensino a Distância (EAD) do sistema prisional do Maranhão registrou, na primeira semana de funcionamento, 455 inscrições. Desse total, pelo menos 315 já se matricularam no primeiro curso disponível, o de ‘Direitos Humanos’.

O Governo do Estado lançou a plataforma no último dia 14 de setembro. Chamado AGPEN Virtual, o sistema é gerido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), por meio da Academia de Gestão Penitenciária (AGPEN).

Com mais de 65 inscrições por dia, os cadastros na plataforma foram abertos também para servidores das secretarias de Estado de Educação, Trabalho e Economia Solidária, e Segurança Pública.

Segundo a gestão prisional, a ideia é expandir, em breve, o ensino a distância para a erradicação do analfabetismo entre internos do sistema carcerário.

“Nosso objetivo é ampliar, nesse primeiro momento, as vagas dos cursos disponíveis e a usabilidade do sistema aos servidores de outras secretarias estaduais para que a plataforma, que é pioneira no sistema prisional do Maranhão, seja devidamente apresentada e conhecida”, destaca o titular da SEAP, Murilo Andrade de Oliveira.

Como usar

As aulas do primeiro curso disponível na plataforma EAD, na área de Direitos Humanos, são previstas para começar em outubro. Os interessados neste e nos demais cursos que serão oferecidos precisam se cadastrar no sistema pelo site agpenvirtual.ma.gov.br, cujo link também pode ser acessado do site da SEAP (www.seap.ma.gov.br).

Para efetuar o cadastro, o usuário deve preencher os campos ‘CPF’ e ‘Senha’ na página inicial da plataforma. Para mais detalhes de navegação, basta baixar o ‘Manual do Aluno’, no link ‘Manual’, localizado no menu principal da plataforma.

Com o cadastro realizado, o usuário terá acesso à janela ‘Inscreva-se no curso’, onde poderá ver quantos e quais são os cursos disponíveis. “Uma equipe acompanha diariamente as inscrições feitas no sistema e faz a manutenção da plataforma para que a navegação do usuário seja fácil e agradável”, explica o diretor da AGPEN, Fabiano Cavalcante.

Mais

Para melhorar a aprendizagem na plataforma EAD, o aluno contará com materiais didáticos em formato PDF, videoaulas ministradas por especialista da área e material complementar. As inscrições para o curso de Direitos Humanos estarão abertas até às 00:00 horas do dia 30 de setembro, e o início do curso será às 00:00 horas do dia 1º de outubro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: governo do estado

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.