Em final brasileira, Medina vence etapa de J-Bay do mundial de surfe

Foi um dia quase perfeito para Gabriel Medina em Jeffreys Bay, na África do Sul. Com nota de 19.50 de um máximo de 20, ele superou Ítalo Ferreira e conquistou a sexta etapa do Circuito Mundial de Surfe, sua única conquista na temporada até agora.

Na primeira final totalmente brasileira da história da etapa, o atual campeão mundial saiu atrás, mas pontuações de 9,73 e 9,77 virou o placar contra seu compatriota. Foi a primeira conquista de Medina na praia sul-africana.

A vitória fez o brasileiro subir uma posição no ranking mundial da WSL (sigla em inglês para Liga Mundial de Surfe). Com 26.895 pontos, ele ocupa apenas a sétima posição na tabela, quase 7.000 pontos atrás do líder, Kolohe Andino (EUA).

A vice-liderança do ranking é de outro brasileiro, Filipe Toledo, com 33.280 pontos —menos de 600 atrás de Andino. Ambos caíram na semifinal em Jeffreys Bay.

Com o segundo lugar, Ítalo Ferreira subiu duas posições na tabela e agora é quarto colocado. A terceira posição é de John John Florence, que está fora da temporada após romper o ligamento cruzado.

A próxima etapa do Mundial é em Teahupo’o, no Taiti, no final de agosto. Em 2018, o campeão foi Gabriel Medina.

Neste ano, além dos já citados, também competem mais 11 brasileiros: Willian Cardoso, Deivid Silva, Peterson Crisanto, Caio Ibelli, Yago Dora, Jesse Mendes, Jadson Andre, Adriano de Souza, Mateus Herdy, 
Krystian Kymerson e Alex Ribeiro.

Medina é o quarto surfista diferente a vencer uma etapa do Mundial de 2019. Ítalo Ferreiro conquistou a abertura, em Gold Coast na Austrália; John John Florence venceu as também australianas Bells Beach e Margaret River; Corona Bali, na Indonésia, foi vencida pelo japonês Kanoa Igarashi; Feliipe Toledo venceu a última etapa, em Saquarema (Rio de Janeiro).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.