Dois maranhenses morrem após colisão entre carro e ônibus na Zona Norte de Manaus

Dois irmão do município de Zé Doca morreram em um acidente envolvendo um carro e um ônibus, na Avenida Grande Circular 2,  zona norte de Manaus, no início da manhã desta quarta-feira (22). Ao todo seis pessoas morreram no acidente, sendo os dois irmãos e mais quatro mulheres que estavam com eles.

AsBTvyJhkT1Y4q1rDxjSX6IwiGFSL4C9r2orUOw0SZAy

Os irmãos Robson Nascimento Bastos  e Antonio Bastos estavam em um veículo modelo Voyage. Segundo a Polícia Militar, o motorista Robson Nascimento Bastos, perdeu o controle do carro, bateu no canteiro central da avenida e atravessou a pista, atingindo frontalmente o ônibus da empresa Transena, que fazia transporte de trabalhadores do Distrito Industrial.

Além dos dois irmãos, estavam ainda mais quatro mulheres com eles no veículo,  Raquel Tamires Magalhães, 16; Laíse Mayara, 16; e Érica Cristina Pereira dos Santos Braga, 19, que tiveram os corpos reconhecidos, por familiares, no Instituto Médico Legal (IML). Apenas uma ainda está sem identificação.

okdhh

Raimundo Gonçalves, tio de Robson e Antônio, disse que o último contato que teve com as vítimas foi na noite de ontem. “Não sei o que eles estavam fazendo por aqui. A última vez que falamos com o Robson foi às 20h30, quando eles estavam jogando futebol”, contou.

Robson e Antônio eram operadores de máquinas e estavam de folga, segundo o vigilante Valdemir Barros, que trabalhava com os irmãos. “O que aconteceu foi uma fatalidade. Eles eram pessoas que gostavam de curtir a vida. Infelizmente, isso aconteceu”, lamentou,  acresecentando que Robson deixou a esposa e um filho recém-nascido, no município de Presidente Figueiredo.

Os dois irmãos são natural de Zé Doca, onde deixaram a terra natal para trabalhar em Manaus. A tragédia envolvendo os dois irmãos abalou todos os familiares.

Bebidas

everaldo_pereiraarquivo_pessoalO delegado Gerson Oliveira, do 6º DIP, informou que testemunhas relataram que as vítimas estavam consumindo bebida alcoólica na madrugada de hoje, em um posto de gasolina. “Tudo indica que eles desceram a avenida em alta velocidade, fazendo manobras perigosas, até que bateram no canteiro central”, afirmou.

O mototaxista Anilton Medes da Mota declarou que chegou a ver as vítimas antes do acidente. “Eles estavam em uma loja de conveniência de um posto de gasolina no (bairro) Cidade de Deus, bebendo e dançando. Logo depois, já recebemos a informação do acidente”, disse.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.