Dois linchamento com morte são investigados pela policia

VIOLÊNCIA:

 Corpo de Ducivaldo Pinheiro, que foi linchado no Residencial Nova Terra

Corpo de Ducivaldo Pinheiro, que foi linchado no Residencial Nova Terra (Foto: Divulgação)

Desde a segunda  – feira(22) , a polícia não tinha conseguido efetuar a prisão dos autores suspeitos de assassinarem duas pessoas por linchamento no último domingo na Ilha de São Luís. Um corpo de uma das vítimas, do sexo masculino, até o começo da noite de segunda-feira, 22, estava sem identificação no Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, e, segundo a polícia, o crime teria ocorrido no Olho d’Água.

Os dois casos estão sendo investigados pela Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP), órgão ligado à Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), e coordenados pelo delegado Marcos Affonso Júnior. Em relação ao crime ocorrido no Olho d’Água, a polícia não informou o motivo e ainda nesta semana os moradores do bairro vão ser intimados pela polícia para prestarem esclarecimentos sobre esse caso na superintendência, localizada no Centro.

Os investigadores da Polícia Civil também ontem realizaram incursões no local do crime em busca de obter mais informações sobre o caso e até o fechamento desta edição o corpo da vítima permanecia no IML sem ser identificado.

Nova Terra

A SHPP também está investigando a morte de Ducivaldo dos Santos Pinheiro, de 31 anos, ocorrida na manhã de domingo, no Residencial Nova Terra, na cidade de São José de Ribamar. Segundo a polícia, populares teriam linchado o homem por ser suspeito de ter estuprado uma mulher, de nome não revelado, que possui problema na visão, na noite do dia anterior, no residencial.

Revoltados, moradores do Nova Terra, ao encontrar Ducivaldo Pinheiro, o lincharam com golpes de faca, socos no rosto, pauladas e até mesmo tijoladas. Ele morreu ainda no local. O corpo da vítima foi removido para o IML e somente no período da tarde de domingo foi liberado para os familiares.

Um dos parentes da vítima não quis falar detalhes sobre o fato. Apenas declarou que tinha fornecido as informações para a equipe policial que esteve no local do crime. Ontem, moradores chegaram a ser ouvidos na SHPP, mas, não tinha registro de prisão dos envolvidos no linchamento.

Mais morte

Somente na noite de domingo, 21, a polícia registrou seis assassinatos e uma das vítimas foi Luís dos Anjos, de 57 anos. Ele teria sido morto a tiros por homens não identificados, no bairro Cantinho do Céu, na capital. Os bandidos fugiram em um veículo de cor preta, de placas não identificadas. A polícia informou que há possibilidade de esse crime ter ligação com tráfico de entorpecentes.

Outra morte registrada foi de Luis Fernando Viana dos Santos, de 25 anos, que também pode ter ligação com venda de drogas. Segundo a polícia, a vítima era usuária de droga e moradora de rua e teria sido morta a tiros por homens não identificados, na Forquilha.

Na área Itaqui-Bacanga foram assassinados, com arma branca, Claudio Roberto C. da Conceição, de 43 anos; Denilson Castro Lima, de 17 anos; e Giovane Diniz Pantaleão, de 31 anos, morto a tiros. No Residencial Nova Terra, em Ribamar, foi registrada ainda a morte do ex-presidiário Airton Manoel Pires Batista, de 19 anos. A polícia informou que a vítima estava usando tornozeleira eletrônica e foi alvejada por integrantes de facções criminosas.

Moradores levaram a vítima para a residência dela, localizada no Residencial Nova Terra, e em seguida para o Hospital Municipal Doutor Clementino Moura, Socorrão II, na Cidade Operária, onde morreu. No último sábado, Marilisson Mendes Penha, de 26 anos, foi morto a tiros na Vila São Luís, também em Ribamar, e ontem o inquérito policial foi instaurado na delegacia da cidade para apurar o caso.

Mais

Mortos no fim de semana

Marilisson Mendes Penha, de 26 anos

Ducivaldo dos Santos Pinheiro, de 31 anos

Giovane Diniz Pantaleão, de 31 anos

Airton Manoel Pires Batista, de 19 anos

Claudio Roberto C. da Conceição, de 43 anos

Denilson Castro Lima, de 17 anos

Luís Fernando Viana dos Santos, de 25 anos

Luís dos Anjos, de 57 anos

Um homem, sem identificação

Número

9 homicídios dolosos ocorreram durante o fim de semana, na Ilha, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública e dentre os casos duas pessoas foram vítimas por linchamento

Outro caso

No último dia 15, populares teriam linchado um assaltante, identificado apenas como Tião, no povoado Mamorana, zona rural da cidade de São Bernardo. A polícia informou que a vítima era suspeita de tomar de assaltos motocicletas na região e foi dominado pelos moradores. Primeiramente, a vítima foi amarrada, torturada e ainda teria sido alvejada a tiros pelos suspeitos em plena via pública. Foi aberto um inquérito policial na delegacia da cidade para apurar o caso.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.