Criança fica em pânico após ficar com o pé preso em escada volante

marca jornal O Estado MA
Criança ficou com os pés presos na escada rolante (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – A família do pequeno Israel Baruch Viana Salgado, de 10 anos, passou por momentos de pânico na noite de quarta-feira (11) em um shopping da capital. A criança ficou presa na escala rolante e, por pouco, não sofre escoriações mais graves.

Segundo relatos da mãe de Israel, a empresária Rosa de Sharon Viana, a criança chegou ao shoppingacompanhada do pai, Kaiser Salgado, e pouco depois de brincar em um parque de diversões, a criança saiu correndo para a escada rolante. “Ela estava ansiosa para ir ao cinema, preocupada com o horário e acabou saindo correndo”.

Já na escada rolante a criança se virou para ver se o pai a acompanhava e foi quando o pé do menino ficou preso na estrutura, o que causou o desespero. “Ele começou a gritar depois de percebeu que o pé tinha ficado preso e que estava sendo puxado para dentro”, contou Rosa de Sharon.

Tênis da criança presa em estrutura da escada rolante (Foto: Divulgação)

O pai, também aflito, foi orientado por outros clientes a tentar tirar o pé da criança de dentro do tênis, que foi o que salvou a criança de sofrer um acidente pior. “O pé dele está com arranhões e bastante inchado. Hoje ele fez exame de corpo de delito e ontem mesmo foi prestada queixa na polícia”, relatou a mãe.

Pé da criança após o episódio em shopping de São Luís (Foto: Divulgação)

O Estado Online entrou em contato com a assessoria do Pátio Norte Shopping e aguarda pronunciamento sobre o caso.

Outro caso

Em julho deste ano, um caso na China, também envolvendo uma escada rolante, chocou o mundo. Uma mulher morreu presa ao mecanismo da escada ao tentar salvar o filho de 2 anos, que por pouco não é “sugado” junto com a mãe.

A cena foi gravada por uma câmera de vigilância de um shopping de Jingzhou, província central de Hubei. Assista:

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.