Chuvas no MA: aumenta número de famílias afetadas por inundações em dois municípios

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), por meio da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA), informou nessa quarta-feira (18) aumento do número de famílias afetadas pelas inundações em Pedreiras e Trizidela do Vale.

Segundo informações do CBMMA, a cidade de Pedreiras está com 182 famílias desabrigadas; e Trizidela do Vale com 419 famílias. Nos onze municípios que decretaram situação de emergência, e nos que ainda não decretaram como Bacabal, Imperatriz, Codó, Timbiras e Cantanhede, foram registradas 2.357 famílias atingidas pelas chuvas.

Equipes do CBMMA continuam atuando nas áreas inundadas ou alagadas junto com as equipes da Defesa Civil, da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) e de equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), do Comando Tático Aéreo (CTA) e das prefeituras municipais.

Além de auxiliar no transporte marítimo de médicos e demais profissionais de saúde para atender a população em áreas de alagamento e difícil acesso terrestre, as equipes do Corpo de Bombeiros também trabalham no cadastramento de famílias desabrigadas e no atendimento de diversas ocorrências.

Sobre a quantidade de famílias afetadas pelas inundações, há registro de casos nos seguintes municípios:

Marajá do Sena – 185 famílias afetadas
Pedreiras – 182 famílias afetadas
Trizidela do Vale – 419 famílias afetadas
Presidente Vargas – 300 famílias afetadas
Brejo – 200 famílias afetadas
Bacabal – 87 famílias afetadas
Imperatriz – 15 famílias afetadas
Tuntum – 335 famílias afetadas
Caxias – 12 famílias afetadas
Codó – 68 famílias afetadas
São João do Sóter – 483 famílias afetadas
São Luiz Gonzaga – 34 famílias afetadas
Timbiras – 37 famílias afetadas

Ao todo, são 11 cidades agora em situação de emergência no Estado do Maranhão, incluindo as que já haviam decretado: Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter, Tuntum e Caxias.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.