Casa Natura Musical celebra diversidade da música brasileira

2018 foi o ano de celebrar a diversidade da música popular brasileira na Casa Natura Musical. Com mais de 120 shows realizados e 65 mil pessoas circulando entre shows e eventos, a Casa apostou numa programação plural que conversa com diferentes gêneros, ritmos e públicos e discute questões relevantes para a construção de uma sociedade mais inclusiva.
O cantor pernambucano Johnny Hooker abriu o ano com Desbunde Geral, com canções do seus discos Eu Vou Fazer uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito! (2015) e Coração (2017). “Johnny tinha acabado de lançar o clipe de ‘Flutua’, na véspera de Natal. É uma música que trata sobre a liberdade de amar, e o vídeo é muito emblemático também. Queríamos começar o ano com essa energia: festejando, já entrando no clima de Carnaval, mas também levantando pautas que acreditamos e defendemos”, explica Michelly Mury, coordenadora artística da Casa. O cantor também fechou o ano, apresentando-se no dia 15 de dezembro. Em 2019, o show de abertura será o da banda Liniker e os Caramelows (18/01), escolha que Michelly considera natural e que ajuda a reforçar o posicionamento da Casa Natura Musical.
Não será a primeira apresentação de Liniker e sua banda no local. Em maio deste ano, a cantora foi uma das principais atrações do mês de aniversário de um ano, quando também se apresentaram também nomes como O TernoAlceu Valença5 a Seco (com duas sessões esgotadas em 31/05 e 01/06) e Flora Matos (03/05), entre outros. “A ideia foi fazer um panorama do que foi o primeiro ano da Casa e o que a gente queria para este segundo ano”, comenta Michelly. “Repetimos alguns shows que foram sucesso em 2017, como Alceu, Johnny Hooker e 5 a Seco, e trouxemos alguns artistas que nunca tinham tocado aqui, mas que têm muito a ver com a nossa proposta de espaço de fomentação da música e da cultura como um todo em São Paulo, como Flora MatosPhill VerasNomade Orquestra e Leci Brandão.
Devido à combinação de conforto e qualidade musical, a Casa Natura Musical foi eleita a melhor casa de shows de grande porte de São Paulo pelo jornal O Estado de S. Paulo (05/10/2018). “A Casa Natura Musical exalta a excelência musical brasileira, abraçando o engajamento da nossa plateia em questões que nos transformam em seres humanos empáticos, reafirmando-se como um lugar que celebra a vida e, ao mesmo tempo, dá luz a importantes discussões sobre a nossa sociedade”, afirma Edgard Radesca, um dos sócios fundadores.
O ano de 2018 também ficou marcado pela programação de Carnaval, que trouxe para dentro da Casa ensaios de importantes blocos carnavalescos de São Paulo, como Confraria do Pasmado, Baixo Augusta, Calor da Rua (liderado pela banda francisco, el hombre), Sargento Pimenta e Tarado Ni Você. Para 2019, já estão confirmados para o pré-Carnaval da Casa Natura Musical a volta dos blocos Calor da Rua(02/02) e Confraria do Pasmado (09/02), além das noites do Bloco Pagu com Marina Lima (19/01), Duda Beat – CarnaBeat Apaixonado(24/01), Bloco Ritaleena (25/01), Diogo Nogueira (08/02), Bloco Confraria do Pasmado (09/02) e Bloco Beatles Para Crianças (17/02).
Este ano, a Casa também recebeu edições pockets do festival potiguar DoSol, com as bandas Scalene e Talma&Gadelha, e do nova-iorquinoBrasil SummerFest, com Negro Leo, Xenia França e Tiê. “Nossa missão em 2019 é trazer ainda mais esses festivais para dentro da Casa”, explica Michelly. Além disso, o local esteve inserido no roteiro de alguns dos eventos de música mais importantes de São Paulo, como o show da Elza Soares com o bloco Ilú Obá de Min no Red Bull Music Festival, em novembro, e a Noite Trovoa, com apresentação das bandas Afrocidade e Attooxxa como parte integrante da Semana Internacional de Música, a SIM São Paulo, em dezembro.
Em 2018, o Projeto Frequências se consolidou como marca da Casa Natura Musical. Pensando no que está rolando de mais fresco na música brasileira, o Projeto promove uma noite com dois shows, possibilitando o encontro entre artistas de diferentes cenas musicais, com diferentes influências e sonoridades. Este ano, apresentaram-se a rapper Tássia Reis com Baco Exu do Blues; o bloco Ilú Obá de Min com o duo Craca e Dani Nega, na véspera do feriado do Dia da Consciência Negra; o cantor Siba com a Banda Eddie, numa celebração da música alternativa pernambucana; e Mariana Aydar e Mestrinho, que se juntaram para homenagear o Dia Nacional do Forró. Os baianos Luedji LunaGiovani Cidreira são as duas atrações confirmadas para a primeira edição do Frequências em 2019 (15/02).
Outro projeto que ganhou corpo foi o Casinha, programação de shows pensada especialmente para o público infantil. Acreditando que as crianças estão abertas a diversos tipos de sonoridades, o projeto traz atrações de variados gêneros musicais em apresentações lúdicas que agradem tanto os olhos e ouvidos dos pequenos, quanto dos pais. Passaram pelo palco da Casa, artistas que são referência na música infantil brasileira, como TiquequêGrupo Triii e BadulaqueBeatles para CriançasBarbatuquesCoral da Palavra Cantada, entre outros. Para a diretora executiva da Casa, Suyanne Keidel, 2019 promete ser um ano ainda mais desafiador. “Além do compromisso com o cenário artístico brasileiro, nosso espaço quer ser uma ferramenta para amplificar o impacto positivo que a cultura pode trazer para todos”, explica. Veja a programação completa em www.casanaturamusical.com.br.
Casa Natura Musical
A Casa Natura Musical nasceu como palco de todos os artistas, bem ao clima de Pinheiros, um bairro feito da mistura. O projeto é arrojado e inovador e soma as credibilidades de empreendedores importantes na história da música ao vivo feita em São Paulo: os experientes empresários Paulinho Rosa, dono do Canto da Ema, e Edgard Radesca, fundador do Bourbon Street Music Club. Juntou-se a eles a cantora e compositora Vanessa da Mata, que formam a VIVÁ Cultural, empresa proprietária e realizadora do projeto. O patrocínio é da Natura, empresa que, por meio de sua bem-sucedida plataforma Natura Musical, destaca-se há 13 anos como uma das principais marcas incentivadoras da renovação da música brasileira e da preservação de sua memória. O local é de fácil acesso por transporte público, pois está situado naesquina da rua Artur de Azevedo com a rua dos Pinheiros, entre as estações Fradique Coutinho e Faria Lima do metrô (linha 4 Amarela). Os motoristas que preferem ir de carro encontram grande oferta de estacionamentos nas redondezas preparados para receber o público da Casa com comodidade. E os ciclistas têm disponível um bicicletário, onde podem estacionar com segurança.
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo, tel: (011) 3031-4143
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show. Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Vendas de ingressos: Eventim
Vendas para pessoas com deficiência: 4003-6860

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.