CARRETA DA MULHER MARANHENSE EM BEQUIMÃO

Onze comunidades do município de Bequimão, localizado a 54 km da capital, São Luís, foram mobilizadas para a 3ª Semana do Bebê Quilombola, que acontecerá entre os dias 25 e 30 de novembro. O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria Extraordinária de Igualdade Racial, Prefeitura Municipal de Bequimão, Unicef e Fundação Josué Montello, uniram forças para levantar a discussão sobre a prioridade do direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de até 3 anos de idade. A solenidade de abertura ocorrerá nesta quarta-feira (25), às 8h, no Salão Paroquial da Igreja de Santo Antônio (Rua Vitorino Freire, s/n – Centro).

Com o tema “O Direito, a Sobrevivência e o Desenvolvimento da Criança Quilombola”, a 3ª Semana do bebê Quilombola vai destacar os cuidados que se deve ter com a criança logo na primeira infância. As atividades serão realizadas, simultaneamente, nos povoados Santa Rita, Rio Grande, Ariquipá, Ramal do Quindíua, Pericumã, Marajá, Conceição, Mafra, Sibéria, Suassuí e Juraraitá, todas certificadas como remanescentes de quilombolas.

Durante a Semana do Bebê Quilombola de Bequimão, os moradores dos quilombos irão opinar sobre aspectos importantes ao desenvolvimento infantil, como a necessidade de consultas ao pediatra, cuidados com alimentação, amamentação, brincadeiras e passeios, estabelecimento de limites desde cedo, bons exemplos dos pais, dentre outros.

TROCA DE EXPERIÊNCIAS

Durante a Semana, serão partilhadas experiências que demonstram a necessidade de preservar a cultura da população quilombola no Brasil. Serão discutidos tipos de remédios, rezas e as crenças que vieram da África; a respeito das mulheres guerreiras e da importância das crianças nos quilombos, além de conversas sobre gravidez e parto.

Esse conhecimento tradicional dialogará com políticas de assistência e cuidados à primeira infância. Médicos, enfermeiros, nutricionistas e agentes de saúde estarão nas comunidades prestando serviços de vacinação, atendimento médico básico, orientação alimentar e de saúde bucal. “Reconhecemos a importância dessas comunidades para a história e para a construção do nosso município. Por isso, queremos oferecer todas as condições para que a identidade dos quilombos seja preservada, ao mesmo tempo em que ampliamos a assistência por meio das políticas públicas”, afirmou o prefeito José Martins (PMDB).

BEQUIMÃO EM NÚMEROS

  • 20.344 habitantes;
  • 10.349 homens e 9.995 mulheres;
  • 13.748 vivem na zona rural;
  • 6.591 moram na zona urbana;
  • 6.921 identificam-se como brancas;
  • 13.319 são negros;
  • 18 comunidades remanescentes de quilombos;
  • 11 são certificadas pela Fundação Cultural Palmares.

 

PROGRAMAÇÃO DA ABERTURA DA 3ª SEMANA DO BEBÊ QUILOMBOLA:

 

Dia 25/11 (Quarta Feira)

 

7:30h – Local: Salão Paroquial de Bequimão

  • Cerimônia de Abertura
  • Exposição de cerâmica de comunidades quilombolas

8:00h

  • Abertura da 3ª Semana do Bebê Quilombola

9:00h

  • A Importância e Significado do Bebê Quilombola

 

Dia 26/11 (Quinta Feira)

EDUCAÇÃO – Escola em Movimento, Contação de História, Construção de Brinquedos, Diagnóstico das crianças com necessidades especais; Rodas de conversas sobre família e exibição de filmes.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Oficinas artesanais com mulheres e mães, Experiências dos avós, crenças que vieram da África.

SAÚDE – Rodas de conversas com as adolescentes e mulheres gestantes, prevenção de acidentes, Importância da amamentação, Realidade social da infância quilombola.

ESPORTE – Atividades lúdicas com crianças, pais e avós.

CULTURA E IGUALDADE RACIAL – Manifestações culturais; Oficina de Percussão.

Dia 27/11 (Sexta Feira)

EDUCAÇÃO – Escola em Movimento, Contação de História, Construção de Brinquedos, Show de talentos, Gincana; Dia da higiene na escola, Visita à Biblioteca e brincadeiras.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Resgate e brincadeiras vivenciadas nas famílias.

ESPORTE –  Jogos esportivos e atividades lúdicas

SAÚDE – Rodas de conversas com as gestantes sobre o pré-natal, primeiros cuidados com o recém-nascido, crescimento e desenvolvimento infantil, realidade social da infância quilombola.

CULTURA – Cinema na Comunidade

Dia 28/11 (Sábado)

EDUCAÇÃO – Escola em movimento, Gincana, café literário, brincadeiras, ateliê de artes, Piquinique no cantinho do bebê e homenagem as crianças especiais da comunidade.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Exibição de filmes, Roda de conversas sobre cuidados na primeira infância.

SAÚDE – Mutirão de vacina; roda de conversa sobre pré-natal de qualidade e a importância.

ESPORTE – Torneio de futebol infantil

CULTURA – Manifestações culturais

Dia 29/11 (Domingo)

EDUCAÇÃO – Escola em movimento, Oficina de brinquedos, Atividades recreativas, Cantigas de rodas, Criação e contação de histórias, desfiles da Beleza Negra infantil; e conversas sobre prevenção de acidentes domésticos.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Roda de conversas sobre violência doméstica; Oficinas de brinquedos entre pais e filhos

SAÚDE – Roda de conversas sobre a saúde bucal do bebê, Mutirão dos doentes, alimentação na primeira infância; Rodas de conversas sobre humanização do parto.

ESPORTE – Roda de conversas sobre a importância do esporte

CULTURA – Cinema na comunidade

Dia 30/11 (Segunda Feira) Encerramento

Local: Praça do Cemitério/Centro da cidade

Horário: 8h

ATIVIDADE: Culminância da 3ª Semana do bebê quilombola

  • Caminhada pelas ruas da cidade
  • Exposição dos brinquedos e artesanato produzidos em cada quilombo
  • Homenagem ao bebê perfeito 2015

REALIZAÇÃO

Prefeitura Municipal de Bequimão

 

 

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.