Café, Arte e Literatura homenageará o cinema

Em mais uma edição do “Café, Arte e Literatura”, a realizar-se no dia 14 de junho, a partir das 16h, no auditório Irtes Cavaignac, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão homenageia o Dia do Cinema Brasileiro, comemorado anualmente em 19 de junho, através do filme “As Sufragistas”, que retrata a dura realidade das mulheres do Reino Unido do início do século XX. Oprimidas, sem direito ao voto, elas realizaram atos de insubordinação na tentativa de alcançarem suas capacidades políticas ativas.

Fazem parte da programação palestra com o cineasta Joaquim Haickel sobre “Cinema e Justiça”, além de exposição de livros, fotos e máquinas de projeção.

Sobre o cinema brasileiro

Com a primeira filmagem na baía de Guanabara (RJ), realizada em 1898, o cinegrafista Afonso Segreto inaugurou a sétima arte no Brasil, o que veio a ser hoje uma das formas mais populares de educação e diversão. No Maranhão, o cinema iniciou-se em São Luís através do “Ciclo do Cinema Ambulante” no final do século XIX e início do XX, que consistiu em espetáculos de aparelhos cinematográficos realizados no Teatro São Luís (Arthur Azevedo).

Em março de 2016 foi criada a Escola de Cinema do Maranhão, vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia, cujo primeiro diretor foi Marcos Ponts e tem por objetivo, entre outros, oferecer cursos ministrados por professores renomados do mercado brasileiro e estrangeiro.10326531_1447249032226071_860175274_n

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.