CAÇADORES DE HISTÓRIAS – Por Trás das Biografias

Biógrafo de Ney Matogrosso e biógrafa de Belchior apresentam série de podcast sobre os bastidores e os dilemas vividos por quem dedica a vida escrevendo sobre a vida dos outros

Acaba de estrear nas principais plataformas de streaming, a série de podcasts Caçadores de Histórias – Por Trás das Biografias, com sete episódios apresentada pelos biógrafos Julio Maria e Chris Fuscaldo sobre os bastidores e os dilemas que existem por trás das grandes biografias. Os episódios trazem opiniões de Ringo Starr, Ney Matogrosso, Ruy Castro, Pedro Mariano, Lira Neto, Bento Araújo, Odair José, Noemi Jaffe, Breno Silveira, Luiz Ruffato, Edinha Diniz, Mila Burns e Kamille Viola. O jornalista Julio Maria, biógrafo de Elis Regina (‘Nada Será Como Antes’) e de Ney Matogrosso (‘Ney Matogrosso – A Biografia’), recebe a jornalista e doutora especializada em biografias Chris Fuscaldo, coautora do mais recente livro sobre Belchior, o elogiado ‘Viver é Melhor que Sonhar – Os Últimos Passos de Belchior’, e autora de livros sobre Mutantes e Legião Urbana, para desvendar o trabalho dos biógrafos e debater o biografismo brasileiro em sete episódios.

Idealizado por Julio Maria, editado pela Kraken Produções, com vinheta de abertura assinada por João Marcello Bôscoli e identidade visual de Adriano Araújo, a série traz novas discussões a cada capítulo: “A vida dos imortais” é sobre o difícil trabalho de se biografar lendas; “Autobiografia: toda a verdade segundo o próprio biografado” passa pelas diferenças entre biografias e autobiografias; “Biografias romanceadas, realidade ou ficção?” trata das liberdades de criação a partir de fatos biográficos; “Mulheres biógrafas e mulheres biografadas” toca no machismo do meio artístico e literário; “Cinebiografias, fidelidade aos fatos ou entretenimento?” analisa as adaptações de biografias feitas pelo cinema; e “Biografias coletivas, vidas de muitos” debate a feitura de livros que narram a história de povos e movimentos artísticos.

Episódio 1 ‘A vida dos imortais’ Opinião de Ringo Starr .

Episódio 2 ‘Autobiografia: toda a verdade segundo o auto-biografado’ Opiniões de Ney Matogrosso e Luiz Thunderbird .

Episódio 3 ‘Vivo ou morto? Qual é o melhor biografado?’ Opiniões de Ruy Castro e Pedro Mariano .

Episódio 4 ‘Biografias coletivas: histórias de muitos’ Opiniões de Lira Neto, Odair José e Bento Araújo .

Episódio 5 ‘Biografias romanceadas’ Verdade ou ficção? Elas podem se encontrar? Opiniões dos romancistas Luiz Rufatto e Noemi Jaffe .

Episódio 6 ‘Cinebiografias: fidelidade aos fatos ou entretenimento’ Opiniões de Breno Silveira (diretor de Dois Filhos de Francisco) e Mauro Lima (diretor de Tim Maia, O Filme) .

Episódio 7 ‘Mulheres biógrafas e biografadas mulheres’ Opiniões das biógrafas Edinha Diniz, Mila Burns, Kamille Viola

Chris Fuscaldo É formada em jornalismo e letras. Mestra e doutora em literatura, cultura e contemporaneidade, atua como jornalista de música desde 1999 em jornais, revistas e portais (Extra, O Globo, Rolling Stone etc). Autora dos livros ‘Discobiografia Legionária’ (2016), ‘Discobiografia Mutante: Álbuns que revolucionaram a música brasileira’ (2018) e coautora de ‘Viver é melhor que sonhar: Os últimos caminhos de Belchior’ (2021), Chris é também diretora da editora Garota FM Books e do selo Niterói Livros, da Fundação de Arte de Niterói.

Julio Maria É formado em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). Atua como repórter de música e crítico do jornal O Estado de S.Paulo há 15 anos. Foi repórter e editor do Caderno Variedades do Jornal da Tarde por 10 anos, além de colaborar como comentarista da Rádio Eldorado. É autor do livro ‘Nada Será Como Antes’, biografia de Elis Regina, que venceu, em 2015, o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte). Em 2009, lançou ‘Palavra Cruzada, O Jogo da Entrevista’, uma reunião de 50 entrevistas feitas para o Jornal da Tarde, e, ao lado da também jornalista Daniela Tófoli, a biografia ‘Santificado Est’, com a história de Antônio de Sant’anna Galvão, o Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro.

Fonte da matéria postada: Pr comuniquese1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.