Brechós: uma alternativa de se praticar moda consciente

Diferente do que muita gente pensa, os brechós possuem roupas selecionadas, que apesar de em sua maioria serem usadas, encontram-se em bom estado. Com a ajuda da internet, hoje eles não se limitam apenas a espaços físicos, estão também na internet.

Muito se fala sobre consumo consciente, essa palavra vem ganhando cada vez mais força por se enquadrar ao estilo de vida sustentável. O que antes era considerado brega ou antiquado abre espaço para um mercado alternativo e cheio de atitude. Em Imperatriz, essa realidade não é diferente, o número de brechós e bazares que vendem desde roupas a acessórios, aumentou de forma significativa.

O instagram “Bregnight”, atualmente possui 999 seguidores com apenas 4 meses de atuação no mercado. O perfil aposta em uma produção diferenciada, com looks bem produzidos, modelos, e fotos profissionais que chamem a atenção do público. Danilo Cândido, consultor de imagem pessoal e corporativa, é um dos administradores da página e diz que antes de iniciar o projeto, foi feita uma pesquisa de mercado, a fim de entender como estava a aceitação da população em relação a este produto.

“Tivemos a ideia de abrir o brechó, devido a necessidade de fazer um trabalho novo e com propósito. Fizemos uma pesquisa de 3 meses para saber como estava essa questão do consumidor consciente aqui em Imperatriz. Visando a questão do desapego e do reuso. Inicialmente montamos o insta como plataforma de venda, para mostrar produtos que antes eram usados e descartados, poderiam sim ainda servir muito bem, com bastante estilo, conceito, e bem em conta” afirma, Danilo.

Os brechós variam muito em estilo e preço. Os que são considerados mais caros, os chamados “Brechós Gourmet possuem peças de marcas mais famosas. Enquanto os mais baratos, encontra-se peças mais variadas. “O nosso se encaixa em um formato dos brechós de Londres, que possuem um formato mais organizado com peças selecionadas sem marcas de uso e com estilos pré definidos. Nesse caso, fazemos a seleção da peças pensando no consumidor mais atento para peças únicas e com valor bem abaixo do mercado”, completa o administrador.

O instagram “Coisinhazinhas”, atualmente possui 1.279 seguidores tendo apenas 4 meses de atuação. O perfil, é administrado por 4 amigas que inicialmente tinham a intenção de vender roupas que não serviam mais. Porém, isso tomou uma proporção maior, hoje ela possuem mais de 100 peças novas e usadas.

Luana Donato, estudante, e também uma das administradoras da página, diz que ainda há preconceito em relação a roupas usadas. “Apesar de ainda existir muito estereótipo sobre roupa “usada”, comprar em brechó pode beneficiar a si mesmo, comprando roupas de marcas por um valor bem mais acessível, como também beneficia o meio ambiente, através de um consumo sustentável, economizando toda a energia de produção e minimizando o descarte de roupas novas e semi novas” conta, Luana.

Quanto aos preços, geralmente as peças variam de 3 a 60 reais podendo chegar até 100. E foi isso que chamou atenção da estudante Brenda Lira, que iniciou sua busca por brechós no ano passado. “Desde o ano passado que descobri essa magia, o que me atraiu primeiramente, foi preço. Sem contar que são peças lindas e únicas. Todas as que eu comprei estão ótimo estado de uso” completa Brenda.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.