Brasil vence Nova Guiné e passa para as oitavas de final

Divulgação / Fifa

VIÑA DEL MAR (CHILE) – A Seleção Brasileira está nas oitavas de final do Mundial sub-17 do Chile. No início da noite desta sexta-feira, a equipe canarinho venceu a Guiné por 3 a 1, em jogo realizado na cidade de Viña del Mar, válido pela terceira e última rodada da primeira fase, e selou sua classificação.

Os gols que garantiram a vitória verde e amarela foram anotados por Lincoln (de pênalti), e pelos atacantes Leandro, da Ponte Preta, e Arthur, do Palmeiras. Autor do primeiro tento, o meia gremista foi expulso por empurrar adversário ao fim da primeira etapa e desfalca o time nas oitavas.

O Brasil terminou a primeira fase na segunda colocação, com seis pontos: duas vitórias (sobre Inglaterra e Guiné) e uma derrota (para a líder Coreia do Sul, que empatou com os ingleses nesta sexta e chegou a sete unidades).

Nas oitavas de final, a Seleção volta a jogar na cidade de Viña del Mar, contra o segundo colocado do grupo F, posto que atualmente é ocupado pelo Paraguai, mas ainda pode terminar nas mãos de Nova Zelândia, Síria ou até da França, que é líder e favorita a fechar tal chave na ponta.

O Brasil teve início mais animador nesta sexta-feira do que nos dois compromissos anteriores, derrota para a Coreia do Sul e vitória magra sobre a Inglaterra. Contando com a aproximação dos volantes Andrey e Guilherme ao ataque, a equipe canarinho conseguiu criar três situações de gol antes dos cinco minutos de bola rolando.

A primeira vez em que a jovem Seleção levou perigo real à meta adversária, entretanto, foi aos sete minutos, quando Guilherme fez bom cruzamento pelo lado direito e Leandro recebeu livre para finalizar, mas mandou por cima do gol. A Guiné, por sua vez, aproveitou contra-ataque para chegar bem aos 13 minutos, quando Keitá aproveitou cruzamento da direita e bateu forte, mas também mandou por cima.

O Brasil saiu na frente, então, aos quinze minutos, quando Leandro dividiu com o goleiro adversário e caiu, ganhando pênalti para a equipe verde e amarela. Lincoln, meia do Grêmio, bateu forte no meio do gol para abrir a contagem em Viña del Mar.

O time canarinho seguiu aparecendo bem no ataque, principalmente com o avanço dos meio-campistas, mas só conseguiu balançar as redes novamente aos 33, quando Lincoln levantou a bola em cobrança de falta pelo lado direito e acertou a cabeça do pontepretano Leandro, que se antecipou ao goleiro para fazer seu segundo gol na competição.

Após o apito final da primeira etapa, o Brasil ainda sofreu uma baixa: Licoln discutiu com Sylla, empurrou o adversário e foi flagrado pelo árbitro, que o expulsou de campo.

Brigando ao menos pelo terceiro lugar na tabela, a Guiné voltou mais incisiva para o segundo tempo e criou duas boas oportunidades antes dos dez minutos, ambas defendidas pelo goleiro Juliano.

Mas o Brasil matou o jogo aos 22 minutos, quando o palmeirense Arthur aproveitou falha da zaga adversária e mandou para o fundo do gol, colocando 3 a 0 no placar. Mas a Guiné ainda conseguiu marcar seu tento de honra aos 37 minutos, quando Sylla bateu forte de dentro da área e superou Juliano para balançar as redes pela segunda e última vez do país na competição.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.