BNB supera R$ 126 milhões em crédito emergencial aplicados no Maranhão

Com condições diferenciadas, o recurso é destinado a minimizar a crise em empreendimentos maranhenses

Para apoiar os empreendimentos maranhenses no enfrentamento às dificuldades financeiras resultantes da pandemia de Covid-19, o Banco do Nordeste ofereceu condições diferenciadas de crédito e renegociação de dívidas para os segmentos produtivos industrial, comercial e de serviços. Ao todo, R$ 126,7 milhões já foram aplicados na economia do Maranhão até o mês de agosto, em 1.562 operações de crédito.

Os recursos são da linha de crédito especial FNE Emergencial do Banco do Nordeste, oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), destinados exclusivamente ao financiamento de pessoas físicas e pessoas jurídicas, inclusive microempreendedores individuais (MEIs) e cooperativas que desenvolvam atividades produtivas não rurais. A medida é possível graças ao reconhecimento do estado de calamidade pública em todo o território do Maranhão em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus.

“O FNE Emergencial tem comprovado ser fundamental para apoiar os empreendedores maranhenses na retomada das suas atividades comerciais, uma vez que gera condições de superação dos desafios desse período tão delicado para a economia. Destacamos o atendimento às micro e pequenas empresas, segmento mais afetado pelas consequências da crise sanitária e que são tão relevantes para sustentação da cadeia econômica e geração de empregos. Somente para as MPEs, financiamos R$ 107,6 milhões com o crédito emergencial”, destacou o superintendente estadual do Banco do Nordeste no Maranhão, Danivan Borges Lacerda.

O crédito emergencial do Banco do Nordeste destina-se a capital de giro isolado e a investimentos, incluindo capital de giro associado, com condições diferenciadas, como taxa fixa de juros de 2,5% ao ano, prazo para pagamento de até 12 anos e carência estendida para início do pagamento das parcelas. Empresas de todos os municípios maranhenses podem ter acesso ao recurso, por meio da rede de agências do Banco do Nordeste, que dispõe de 29 unidades pulverizadas em todas as regiões do Estado.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.